• sábado, 22 de outubro de 2016 14:26

    Quebraram o dedo!

    # Luis Antônio Benvegnú não presidirá a Fundação Municipal de Saúde. Será uma espécie de Chefe da Casa Civil, atuando em todas as áreas do governo. A fonte é oficial e pública: Alcides Vicini.

    # Vicini assegurou a futura situação de Benvegnú no sábado passado, no programa comandado por Clairto Martin. Nos corredores da Rádio Noroeste, Benvegnú chegou a se queixar: “prefeito, não era para só anunciar isso em dezembro?”.

    # Na Prefeitura está a caminho uma reestruturação administrativa. Pouco se sabe a respeito e nem a dimensão que terá. Mas, duas coisas já estão anunciadas: a Secretaria de Agropecuária volta a ter status de pasta e Benvegnú ocupará uma super secretaria.

    # Melchior, uma das novidades das eleições proporcionais, disse que sua vontade é de exercer o mandato de vereador conquistado em 2 de outubro.

    # Ministério Público Federal mantém o alerta de que as pessoas são obrigadas a permitir o acesso dos agentes de saúde em suas propriedades. O agente voltará com soldados da Brigada Militar em tais situações para cumprir sua missão de vistoria.

    # Chuvas intensas desta semana em Santa Rosa preocupam as autoridades sanitárias, com um volume imensurável de água parada criado pela natureza. É um campo aberto para novos criatórios do mosquito transmissor da dengue.

    # As chuvas também fizeram estragos nas lavouras de trigo, mas os técnicos só dimensionarão os prejuízos na próxima semana.

    # Cotrirosa finca pé em Roque Gonzales, onde locou um grande armazém particular.

    # Miro Jesse presidirá, seguindo a tradição da Casa, a sessão de instalação da 17ª Legislatura e a da posse do prefeito Alcides Vicini e do vice Luis Antônio Benvegnú.

    # E quem presidirá a Câmara no ano que vem? É um assunto que ainda não tomou corpo, mas tem um elemento novo: a oposição tem maioria.

    # Aliás, a eleição à Mesa Diretora da Câmara será o primeiro grande teste sobre o senso de unidade da oposição.

    # Mais uma ganhada da Polícia Civil. Quatro indivíduos vindos de Porto Alegre arrombaram uma relojoaria na manhã de sábado passado em Santa Rosa. No final da tarde do mesmo dia foram presos em Canoas com todo o produto do furto. A investigação foi comandada daqui pelo delegado Vilmar Schaefer.

    # Os malandros pensaram que agiriam numa boa numa terra de colonos, voltando rindo para casa. Quebraram o dedo.

    # Alguém tem qualquer relação, a mínima que seja, com Eduardo Cunha? Pense e aja rápido, porque faltará ventilador em breve no Paraná.

    # Alcídio Severo e José Adolfo Danda estão revolucionando o Clube Concórdia. Na primeira semana de novembro teremos a 1ª Copa Concórdia Internacional de Bochas, uma ação ousada da diretoria.

    # Participe hoje da Caminhada Rosa. Começa às quatro da tarde em frente ao Mercadão Público. O evento cresce em participantes a cada ano.

  • sexta-feira, 14 de outubro de 2016 10:14

    O fura-fila

    # Vicini ainda não começou a pior fase do pós-eleição: a montagem do novo secretariado. É uma dor de cabeça e um período em que companheiros viram ex-companheiros, militantes ex-militantes e assim por diante.
    # Porém, nada que tire o sono de Vicini. Afinal, com quatro mandatos quase concluídos ele conhece bem o caminho das pedras.
    # Falando em pedras, Timirinho vai para a Câmara ou permanece na secretaria de Infraestrutura?
    # E Benvegnú, o nosso bi, permanecerá na presidência da Fundação Municipal de Saúde?
    # Ouvi mais de 10 pessoas comentar que Anderson Mantei é especulado para presidir a Fundação. Quem estaria assessorando politicamente Mantei? Deve ser alguém do PT.
    # Orlando Desconsi bateu nos compradores de votos (sem citar nomes e partidos) e também bateu em Osmar Terra.
    # Cláudio Franke rebateu nesta semana. Disse que quem disputa uma eleição deve saber as regras do jogo e não chorar depois. Classificou as críticas de Orlando como deselegantes e risonhas.
    # Para Franke, quem fiscaliza uma eleição são os partidos que a disputam. “Se ele sabia que uma escuta telefônica condenaria um determinado candidato, porque não acionou o Ministério Público?”.
    # Câmara de Vereadores perde o sorriso e a tranquilidade de Moacir Rigo.
    # Rodrigo Colla garante que o PSDB terá um candidato a deputado estadual na nossa região concorrendo em 2018. “Não sei quem será, se serei eu ou outro, mas garanto que alguém preencherá este espaço político”.
    # Oktoberfest termina mais uma edição com pleno sucesso de público e de bom comportamento.
    # Que tal a FEMA? Vai investir R$ 7,5 milhões em um novo prédio. Não é para agora, mas é um projeto que começa a sair do papel.
    # O fura-fila nas filas do SUS foi a denúncia da semana, alimentada todos os dias pela RBS TV. Será que temos fura-fila na Fundação Municipal de Saúde?
    # A resposta viria com fundamento através de uma eventual investigação do Ministério Público Federal, que ótima atuação em nossa cidade.
    # O fura-fila me faz lembrar de parte de um verso de Jayme Caetano Braun, que transcrito para o caso local ficaria assim: “yo no creo en fura-fila, pero que los hay, los hay”.
    # Dá-lhe Vanoli Kist. Camera retoma sua unidade de São Luiz Gonzaga.
    # Polícia Civil, sob o comando de Vilmar Schaefer, deu mais um trancaço no tráfico de drogas.
    # Hospital Dom Bosco começa a virada em 1º de novembro. Em breve deve dobrar seu faturamento.
    # Futuro Governo de Vicini terá pelo menos uma cara nova?

  • sexta-feira, 7 de outubro de 2016 11:16

    Vicini é Penta. E Benvegnú é Bi

    # Para Alcides Vicini, o maior vencedor das eleições de domingo passado, nesta semana só elogios. Rompeu todos os recordes, construídos por ele próprio, vencendo cinco eleições majoritárias.
    # Vicini é Penta. E Benvegnú é Bi.
    # Benvegnú também faz história: é o primeiro vice-prefeito eleito duas vezes.
    # Justiça Eleitoral, representada pelo juiz Adalberto Hommerding e o promotor Janor Duarte também merece nosso reconhecimento.
    # Para Mauro Godói, chefe do Cartório Eleitoral, um abraço de todos os que fazem imprensa na EJN. Ganhou o título de Miss Simpatia. Não negou nenhum pedido de entrevista ou informação por telefone e sempre abaixo de tempo feio. Aquele cartório ferveu nos últimos dias.
    # Orlando Desconsi declarou mais ou menos assim: “chega de falar dos ladrões de Brasília, vamos falar dos ladrões de Santa Rosa”, numa referência direta de compra de votos por parte de alguns adversários. Não citou nomes.
    # Desconsi também queixou-se da falta de fiscalização no pleito. Isso soa mais como uma autocrítica, porque a fiscalização quem faz são os próprios partidos.
    # Rodrigo Colla obteve uma votação adulta ao ultrapassar mais de 10 mil votos. É outro que merece elogios.
    # Questionado se concorrerá novamente a prefeito, Orlando respondeu: “não falo sobre isso num momento como este”.
    # Vicini tem um elemento implícito a seu favor, mas de uma força intensa, que é o fato de residir em Santa Rosa quando não é prefeito. Mantém o convívio social, negócios, visitas, caminhadas...
    # Em 2020 Vicini acumulará 20 anos como prefeito de Santa Rosa. A falta de reconhecimento de uma trajetória tão relevante remete o crítico diretamente a questões pessoais.
    # O cara é o cara. E pronto!
    # De cada 100 eleitores aptos para votar em Santa Rosa, cerca de 16 simplesmente não saíram de casa. O índice de abstenção saltou da média de 12% nos últimos pleitos para 15,48%. É o desencanto.
    # Benvegnú é bi. Quem diria! Chegou quieto na cidade, homem simples, fala mansa e foi construindo sua história. Também merece elogios.
    # Nas eleições de 2012 tivemos 44.804 comparecimentos às urnas. Na de domingo passado compareceram 47.459 eleitores, ou seja, 2.655 eleitores a mais na majoritária.
    # Vicini elevou em 347 votos sua votação quatro anos depois: fez 18.715 votos em 2016 e 18.368 em 2012.
    # Em 2012 os votos válidos atingiram 85,13% do eleitorado registrado. No domingo passado o índice teve uma pequena queda: 84,459%.
    # O PT caiu de terceiro maior partido do Brasil para a 10ª colocação. Orlando, verificando-se os números país afora, até que obteve um bom rendimento em Santa Rosa com 36,68% dos votos válidos.
    # Em 2012 Vicini venceu Orlando por uma diferença de 588 votos. Nas eleições de domingo passado a diferença saltou para 2.033 votos. Vitória incontestável.
    # PT também encolheu na Câmara, perdendo uma cadeira.
    # Deus não mata, mas achata. O PTB ficou com Orlando e concorreu contra o PP em 2012. Em janeiro do ano seguinte manteve-se como situação, ‘compondo’ com Vicini. Na eleição de domingo passado a bancada do PTB foi dizimada. Não existe mais.
    # Por essas e por outras, a renovação na nossa Câmara foi de quase 50%.

     

  • sexta-feira, 30 de setembro de 2016 11:23

    Decisão tira uma costumeira encrenca de última hora do pleito.

    # Retorno hoje a esta coluna. Me desejam boa sorte.

    # E o assunto é um só: política de manhã, tarde, noite e para alguns até em plena madrugada.

    # Falando em madrugada, juiz eleitoral proibiu divulgação de pesquisas eleitorais em Santa Rosa. Brilhante decisão, que acaba com uma prática que afronta qualquer pessoa séria. Afinal, pesquisa circulando de mão em mão e paga por um partido ou coligação? Que candidato estaria na frente?

    # Decisão do Doutor Adalberto Hommerding tira uma costumeira encrenca de última hora do pleito.

    # Com dois debates, um na Noroeste/Guaíra FM e outro na RBS TV Santa Rosa, dezenas de outros debates segmentados, uma campanha com centenas de inserções no rádio e na TV, candidatos pra lá e pra cá em todos os cantos de Santa Rosa, creio ser quase impossível que alguém ainda se defina como indeciso.

    # Se não me dessem nenhuma chance de incluir ou retirar sugestões entre a legislação da campanha deste ano e a de 2012, fico de longe com a de 2016. Mais enxuta, mais limpa (placas, cavaletes, santinhos...) e a limitação do tempo. Com pouco tempo no rádio e na TV, os majoritários brigaram menos e apresentaram mais claramente suas propostas.

    # Liguem o rádio na Noroeste já no domingo pela manhã. Durante a programação normal, qualquer acontecimento vinculado ao pleito será imediatamente divulgado. E depois das cinco da tarde, o momento mais emocionante de todo o processo: a cobertura do anúncio dos vencedores das campanhas majoritária e proporcional.

    # Zelindo Cancian é candidato em Tuparendi? Não! Porém, foi talvez o nome mais mencionado da campanha.

    # O que o Zelindo desenvolveu, na prática, foi uma estratégia. Chamou pra si as críticas, livrando o candidato que ele apoia. Azar de quem caiu nessa.

    # Nego Weiss é sangue bom. Tomara que o eleitor de Porto Mauá compareça em grande número às urnas para avalizar seu mandato, mesmo que, por lei, precise de apenas um voto para ser eleito.

    # Candidato que fez gravação no ambiente da Câmara foi absolvido.

    # As questões federais (Lava Jato e prisões) só foram acentuadas na campanha local nos últimos dias, fazendo parecer que o assunto vinha sendo bem estudado do tipo ‘vale a pena?’ ou ‘se ganha ou se perde com isso?’. Desandaram no fim.

    # O PT de Orlando quase lotou uma cadeia no Paraná, o PMDB que apoia Colla perdeu em uma semana um ministro acusado de ladrão e tem vários boludos indiciados, e o PP de Vicini tem relacionado cinco deputados federais na lista dos recursos ilegais. O PSDB será investigado por obras do metrô de São Paulo. Debater especificamente este assunto é tipo lavar criança com água embarrada.

    # Só Deus e os Procuradores da República sabem o que ainda virá sobre as quadrilhas de Brasília.

    # Partido que paga pesquisa é para usá-la no consumo interno. Isso é inteligente, recomendável e estratégico. O resto é pura lambança.

    # Boa sorte a todos os candidatos e até domingo.