• sexta-feira, 2 de junho de 2017 14:16

    O problema é toda essa turbulência política que afeta o país

    # A informação de que a Prefeitura pagou quase R$ 9 milhões da folha do funcionalismo referente a maio, é interessante para reflexões daqueles que ainda transferem ao município responsabilidades inalcançáveis.
    # Os recursos com pessoal consomem 44% do orçamento anual da Prefeitura. Seguem depois duas despesas carimbadas: 25% à Educação e 15% à saúde. Sempre são destinados mais do que 15% à saúde. Só aí temos 84% comprometidos no orçamento.
    # O dia de ontem, 1º de junho, marcou o quinto ano da morte do ex-prefeito Erni Friderichs.
    # Osmar Terra sonha em transformar Santa Rosa num polo fabricante de peças e componentes para veículos militares brasileiros. Sua boa relação com Raul Jungmann, ministro da Defesa, é um ponto a favor. O problema é toda essa turbulência política que afeta o país.
    # Funcionários do Hospital Dom Bosco resolveram contar tudo o que está acontecendo no interior do nosocômio. O quadro é desolador, se tudo for confirmado. A intervenção do Ministério Público deve ser imediata.
    # Faltar comida para pacientes e materiais de limpeza num hospital é algo que foge a qualquer grau de compreensão que a comunidade possa ter com o hospital.
    # Apesar da chuva dos últimos dias, Prefeitura alcançou ótimos resultados no Dia do Povo que contemplou as vilas Auxiliadora e Bom Retiro. O próximo Dia do Povo na Comunidade já tem data e local definidos: 21 deste mês, na Vila Winkelmann.
    # Concurso público na Câmara tem três ações de candidatos que discordam do resultado final e oficial.
    # Ninguém foi chamado pela Câmara também por outro motivo: o Tribunal de Contas do Estado ainda não concluiu a revisão do processo seletivo.
    # Foram-se as chuvas de maio e chegam as chuvas de junho. Entre abril e maio o acumulado de chuva em Santa Rosa foi de quase 1,2 mil milímetros. É muita água.
    # Poucos arriscam prever o futuro da lavoura de trigo desde ano em função do aguaceiro.
    # Interior do município de Santa Rosa está desfigurado em muitos pontos. Pelo menos 90 dias, com tempo bom, serão necessários para completar os reparos.
    # Na cidade, tudo o que tinha que arrebentar em função das chuvas, arrebentou. “Não sabemos nem por onde começar os trabalhos de reparos”, projetou o secretário Rodrigo Bürkle, do Desenvolvimento Urbano.
    # Se alguém esperar sentado só pela Prefeitura, tanto na cidade como no interior, pode sofrer de hemorróida no futuro. O que puder ser remediado pelo cidadão ou de forma cooperativa, que seja feito. Afinal, foram 9 dias consecutivos de chuvas até ontem.
    # Por que o Hospital Vida & Saúde não registrou na Polícia a morte do menino de 11 meses ocorrida numa creche em Cruzeiro?
    # Se uma criança que chega morta num hospital oriunda de uma Escola Municipal de Educação Infantil (creche) não é motivo de registro policial, em quais circunstâncias, então, o registro deve ocorrer?
    # Houve alguma pressão ao hospital para que o atestado de óbito fosse liberado junto com o corpo do menino?
    # O desfecho do caso: o delegado de Polícia Tiago Tescke teve que ir pessoalmente ao velório sensibilizar os pais sobre a necessidade de uma necropsia. Ou o corpo do menino seria retirado do velório, ou ele respeitaria a dor dos pais e depois desenterraria o corpo para cumprir o que a lei determina. Os pais foram sensíveis e entenderam as explicações da autoridade policial, liberando o corpo em pleno velório.
    # Desfecho que deixou a morte ainda mais triste e a posição de quem não registrou a ocorrência policial surpreendentemente estúpida.
    # O caso agora é investigado pela Polícia.

     

  • sexta-feira, 26 de maio de 2017 08:48

    Um novo denunciado?

    # Simpática a ideia de Vicini de vender o Ginásio Moroni e aplicar tudo, (mas tem que ser tudo), na conclusão do Centro Cultural.
    # Uma ideia dessas, no momento certo, cortaria tantos atalhos e desgastes.
    # E sugiro a Vicini a imediata nomenclatura de Ginásio João Batista Moroni ao novo ginásio do Liminha, que está sendo comprado.
    # Salatiel Oliveira Santos, 36 anos, foi reeleito à presidência do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Santa Rosa (Previrosa). Posse está marcada para as 15h de segunda-feira, 29, no gabinete do prefeito.
    # Salatiel, em dois anos no comando, à frente fez crescer em R$ 56 milhões o patrimônio financeiro do Previrosa. Hoje o Instituto tem em caixa R$ 193 milhões. O faturamento mensal médio é de R$ 5 milhões.
    # Salatiel deixa de ser uma revelação na gestão pública. É uma consolidação.
    # Fernando Classmann foi condenado na instância local. Juntos, também foram condenados três assessores. Classmann está inelegível por 8 anos.
    # Quem acha que encerraram-se os processos contra candidatos a vereadores junto ao Ministério Público Eleitoral, poderá conviver com surpresas nas próximas horas.
    # Uma fonte de Alba Posse, que preferiu não se identificar, garante que tem um novo denunciado, inclusive com audiências já prestadas à promotora Cristiane Mello de Bona.
    # E até testemunhas teriam sido ouvidas. Faltaria apenas a denúncia.
    # Caixa 2 caracterizado, desenhado, formalizado, denunciado e gravado. Onde? Aqui?
    # Janor não deixa os operadores de máquinas esquecerem-se de suas atribuições legais. Só nesta semana, fez mais duas reuniões. E encerrou a conversa, mais ou menos assim: “se eu tiver que chamar alguém aqui, o tom será outro”.
    # Janor Duarte, baixinho bom de briga, é um promotor que encarou situações que pareciam serem eternas em Santa Rosa. Rompeu pelo meio e nos quatro cantos o quase centenário clientelismo da máquina pública.
    # E, para alegria da comunidade séria, a promotora Cristiane de Bonna não fica devendo nada para Janor em coragem e persistência. Para Cristiane e Janor, só falta uma entrevista no programa Ponto e Contraponto. Escolham o horário e o lanche.
    # Raul Jungmann, ministro da Defesa do Brasil estará em Santa Rosa na próxima quinta-feira palestrando no Almoço de Ideias. Virá para mexer com a transferência da Vila Militar do centro da cidade, para que seja ampliada a área comercial.
    # Jungmann só não virá, se o presidente Temer tropeçar e tiver dificuldade de levantar.
    # Osmar Terra jamais seria admitido num cargo de arquivista fotográfico em um grande museu. A primeira impressão que tive, foi a de que se tratava do incêndio do Edifício Joelma aquela foto que ele postou.
    # Dia do Desafio é na próxima quarta-feira. Já pensou em algum exercício criativo e diferente para fazer?
    # APADA está pedindo socorro.
    # PP também renova em Tuparendi. Marcelo da Silva foi eleito o novo presidente.
    # Ponte da Bela Vista, uma das fontes jornalísticas mais duradouras da imprensa local, voltou a ter o trânsito interrompido nesta semana em decorrência das chuvas.
    # José Albino Rohr será “Cidadão Santa-rosense”. Homenagem merecida.
    # Santa Rosa detém 100% de tecnologia na energia eólica. Tudo por conta do ‘louco’ Moacir Locatelli. É a entrevista da semana.

     

  • sexta-feira, 19 de maio de 2017 11:39

    Tomara que o exemplo de espalhe

    # PP renova de fio a pavio seu comando partidário neste sábado. A convenção da sigla será na Câmara, das 9h às 11h. Direção atual convidou dirigentes de outros partidos para uma visita de cortesia.
    # Vocês conhecem Felipe Weiller? É um jovem advogado de 25 anos e que presidirá o PP. Passará por ele as articulações das históricas eleições majoritárias e proporcionais de 2018. Históricas pelos acontecimentos anteriores (lava jato) e a implosão desta semana (eventual gravação envolvendo o presidente Temer).
    # Elogios ao PP, partido antigo, experiente, de vivência, mas que renova seu comando. Tomara que o exemplo de espalhe.
    # Miro Jesse entrou com atestado médico para justificar sua ausência na sessão ordinária da Câmara da última segunda-feira. Com isso, a Mesa Diretora fica dispensada da necessidade de convocar a suplência.
    # O suplente de Miro, pela ordem, é Carlos Alberto Nasi. Parece que Miro não está muito a fim de dar palco a Nasi na Câmara.
    # Quem entende de preço de mercado de imóveis são os corretores, mas acho que um leigo pode afirmar, sem receio de passar vergonha, que o quarteirão do Liminha vale muito mais do que R$ 8 milhões.
    # E encontrem um negócio de R$ 8 milhões pagáveis em 60 parcelas.
    # Em duas ações, oferecer a estrutura à Prefeitura e pelo valor estipulado, as irmãs devolveram para Santa Rosa o carinho recebido ao longo dos últimos 74 anos.
    # E devemos levar em conta um aspecto importante: a mantenedora admitiu publicamente que precisa de dinheiro. Mesmo assim, parcelou R$ 8 milhões em cinco anos.
    # Pais de estudantes do Liminha queixam-se que nunca foram informados sobre a possibilidade de venda do educandário. É compreensível. Porém, a relação com o Liminha é um contrato de serviço, que a instituição garante que cumprirá até o final do ano. É tempo suficiente para buscar outra alternativa escolar para o filho.
    # Outra coisa: o Liminha vem dando sinais que está mal das pernas há anos. Muitos pais perceberam, tanto é que transferiram seus filhos bem antes para outros colégios.
    # A venda do Liminha provoca o sentimento forte por sua inserção e história na comunidade. É uma perda lamentável. Ninguém queria isso. Mas, ocorreu por ser inevitável. Então, vida pra frente.
    # Triste seria vermos o Liminha comprado pela iniciativa privada, derrubando tudo ou parte da estrutura e lá funcionar um comércio qualquer. Não! O Liminha continua como patrimônio do município, porque o dono é a Prefeitura, ou seja, nós somos os donos.
    # Que história mal contada esta de uma empresa de consultoria hospitalar de São Paulo bater nas portas do Dom Bosco e propor um projeto de gestão. Veio pela mão de quem? Chegaram de supetão, sem avisar.
    # Milton Dummel, não escondendo sua irritação, disse que a questão de gestão está sendo resolvida com um grupo de notáveis locais. E mais: a crise do hospital entra em queda em breve com a habilitação da UTI finalmente liberada pelo Ministério da Saúde. Com a UTI habilitada, até eu quero gerir o Dom Bosco.
    # Cruz Vermelha está fechando. Que pena. Estamos perdendo uma das mais simpáticas entidades assistenciais de Santa Rosa.

     

  • sexta-feira, 12 de maio de 2017 15:38

    Forças vivas do PP defendem Alcides Vicini como candidato à deputação

    # Será? Benvegnú assinando ficha no PP para concorrer a deputado estadual no ano que vem?
    # E Vicini? Forças vivas do PP (como diria Olavo Cunegatti) defendem Alcides Vicini como candidato à deputação estadual em 2018.
    # O artigo 81 do Código Brasileiro de Trânsito prevê o seguinte: nas vias públicas e nos imóveis é proibido colocar luzes, publicidade, inscrições, vegetação e mobiliário que possam gerar confusão, interferir na visibilidade da sinalização e comprometer a segurança do trânsito.
    # Então, se as duas rótulas, a da Teixeira Mendes e a do Taffarel, ainda forem públicas, contrariam o referido artigo.
    # PDT fez encontro regional entusiasmado no último sábado, prevê convenções municipais para maio, troca de coordenadoria regional em junho e logo define posição sobre as candidaturas majoritárias de 2018.
    # Não foi antecipada posição se os pedetistas concorrerão à deputação estadual na microrregião do Grande Santa Rosa, espaço ocupado por Antônio De Paula em 2014.
    # O promotor Janor Duarte reuniu operadores de máquinas da Prefeitura de Santa Rosa e explicou, tin tin por tin tin como funcionam as coisas dentro da lei. Por exemplo: serviços para particulares, só pagando, mas na Prefeitura.
    # O promotor orientou os operadores a desobedecer a ordens ou pedidos do secretário, diretores e vereadores em serviços não planejados pela pasta.
    # Todos entenderam? Entenderam, mesmo? Porque se alguma irregularidade for comprovada, quem primeiro vai responder judicialmente é o operador da máquina pública utilizada numa ação de clientelismo.
    # Ah, o clientelismo. Quando iremos curar este câncer. Há cura, mas são poucos médicos e denunciantes.
    # Clientelismo, para simplificar, é aquilo que a Prefeitura dá de graça para alguns em detrimento de outros.
    # Gestão séria e honesta é quando a Prefeitura dá para todos ou não dá para nenhum. Entenderam? Mas, entenderam mesmo? Precisa desenhar?
    # E esta maldita baleia, tinha que ser azul?
    # Leonardo Boff me conquistou quando sustentou a Teologia da Libertação nos anos 70. Naqueles tempos, tinha que ser muito macho para confrontar uma igreja que fazia de conta que a Ditadura Militar era algo passageiro (durou quase 30 anos).
    # Parabéns SENAI por apostar no Curso de Mecatrônica e garantir a formação da primeira turma. Por trás de tamanha conquista estão os nomes de Valdir Carpenedo e Heitor Müller, presidente da FIERGS. Valdir é diretor regional da entidade empresarial e encheu o saco até o curso ser garantido.
    # Os serviços de radioterapia que o Hospital Vida & Saúde passou a operar, não deve nada em qualidade e modernidade para nenhum que esteja funcionando hoje no RS.
    # Beto Campos, meu ídolo. Torci pelo Novo Hamburgo desde a primeira rodada do Gauchão. Te indico para treinar o Grêmio, que não tem treinador.
    # Amanhã é o Dia D para a vacinação contra a gripe. Menores índices entre os vacinados estão com crianças de zero a cinco anos. Criança só vai pelas mãos dos pais. Então, se mexam.
    # Miro Jesse marchou com multa R$ 50 mil na ação criminal baseada na ação eleitoral. Miro recorre da decisão junto ao TRE.