• sexta-feira, 5 de dezembro de 2014 15:09

    E pra crer, mesmo, ainda só vendo

    # AIDS é o assunto principal da semana, porque os números assustam. Quase 1% da população de Santa Rosa é portadora da doença. É de assustar, sim.
    # Passa de 2 mil o número de portadores de AIDS na Região de Santa Rosa. Outro número de causar arrepio. Onde é que vamos parar?
    # E são dados técnicos, fornecidos por autoridades sanitárias, sem a intenção de provocar celeumas. Pretendem reforçar a necessidade de elevarmos a nossa consciência à proliferação da doença.
    # Palmas para o Frigorífico Alibem. Tem quatro mil funcionários, só em Santa Rosa abate 2,7 mil suínos e não tinha nenhum relacionamento assíduo com a imprensa.
    # Agora, a Colabore, empresa comandada pelos jornalistas Felipe Dorneles e Lisandra Steffen, passa a fazer esse meio campo que faltava.
    # Ex-Major Ribas. Hoje Tenente-coronel da Brigada Militar. Brigadiano por vocação, está com o peito estufado de alegria. Quem busca, acha. Parabéns, Ribas.
    # Deveremos fechar o ano com as cinco maiores avenidas da cidade totalmente recapeadas. Vale um brinde na virada.
    # Ordem de início para o recapeamento da ERS-344, trecho Santa Rosa/Entre Ijuís foi assinada ontem. Antes tarde do que nunca. E pra crer, mesmo, ainda só vendo.
    # É impressionante como o Hortigranjeiros exerce simpatia entre as pessoas.
    # Morreu Antoninho Fernandes, espírita que se retirou do nosso convívio nos últimos anos para tratar da doença que o levou. Uma das pessoas mais doces que conheci.
    # Outubro Rosa, Novembro Azul, Dezembro do 13º e Janeiro Vermelho (no cheque especial).
    # Fossa asséptica ficou três semanas desmoronada em plena Praça da Bandeira. Quem cuida disso?
    # Vereador de Três de Maio pede 13º salário. Soa como um chaveirinho diante da aposentadoria dos deputados estaduais. E assim todos eles vão comendo pelas beiradas.
    # Câmara aprova contas de Vicini, exercício de 2008. Infrações administrativas levaram o TCE imputar multa de R$ 1,2 mil.
    # Joel Faccin propôs um pacto: a próxima audiência pública será realizada às 19h, para testar se é o horário que tira o público do debate.
    # Perdeu a graça a CPI dos Tubos. E agora, com as duas cirurgias sofridas pelo Cláudio Schmidt, vai esfriar ainda mais uma investigação que merecia chegar ao fundo.
    # Menos mal que este assunto é peça de análise no Ministério Público.

     

  • sexta-feira, 28 de novembro de 2014 23:10

    Turno único

    # Neli Cadaval da Costa perdeu a batalha pela vida. Mas deixou saudade e exemplos. Foi vítima do segundo feminicídio registrado em Santa Rosa em 2014.
    # Público recorde na audiência pública que discutiu orçamento nesta semana. Uma pessoa compareceu. Nas anteriores nenhuma fora vista no recinto da Câmara. Seria o início de uma reação da participação popular em Santa Rosa?
    # E no Facebook, pasmem, li gente que não foi à audiência criticando os que não foram. Para onde caminha a humanidade local?
    # Qualquer informação que você possa imaginar no contexto do Hospital Vida & Saúde, está informatizada. Hospital investiu R$ 1 milhão no novo sistema. Caneta, agora, só para coçar os ouvidos.
    # Tribunal de Justiça, no rastro de uma ação do Ministério Público local, leia-se Heitor Stolf Júnior, suspendeu o último aumento das passagens. Pra simplificar os termos da sentença: “não é bem assim aumentar passagem de ônibus em Santa Rosa. Entendam isso, de uma vez por todas”.
    # Ministério Público (Janor Duarte) está exigindo que CCs que falsificaram documentos para entrar no Governo Vicini e gabinete de Miro Jesse devolvam R$ 150 mil.
    # MP de Ministério Público, MP de Mãe Pública, MP de Mão Protetora. MP de Mais Precaução.
    # Imprensa livre e um Ministério Público sem mordaça, é a maior esperança deste país saqueado na moral.
    # Fundação Municipal de Saúde desiste do turno único. Eu morro e não vejo tudo. E Luis Antônio Benvegnú entra para a história por ser o pai da ideia (?). E ainda divulga uma nota dizendo que desistiu da grande ideia, para atender os anseios da comunidade. Que papelão!
    # E o turno único na Prefeitura foi derrubado abaixo de pressão. Entidades empresarias e de classe pressionaram Vicini que voltou atrás.
    # O nome das entidades não foi divulgado e nem tampouco debateram publicamente a questão. Foi tipo uma ação entre nobres e o rei, sem a plebe. Tá bom igual. O importante é o resultado.
    # O Sindilojas foi a primeira entidade séria de Santa Rosa a se manifestar contra o turno único na Prefeitura. E a única que veio à imprensa debater. Ou seja, não tem medo de dizer o que pensa a Vicini. E nem se esconde no debate.
    # Santa Rosa terá Guarda Municipal em breve. Azulzinhos irão circular entre nós, emputecendo ainda mais motoristas que acham que vivem no tempo das carroças.
    # Só pra dar mais um toque: Novembro Azul termina domingo.

  • domingo, 23 de novembro de 2014 08:51

    Vem aí um radar fixo

    #Vem aí um radar fixo, que chamamos de móvel, que vai dar muito o que falar. Se em alta velocidade, quando você enxergá-lo, já terá sido caneteado. E multado. E marcado na carteira.
    # Tomara que os apressados não se dirijam à Câmara a pedir que vereadores pressionem pela retirada do radar.
    # Santa Rosa tem hoje 46.767 veículos emplacados aqui, mais um número incalculável, mas expressivo, de veículos que vêm de outros municípios. Nosso trânsito é um desafio diário.
    # Tá de um jeito que hoje, quando você se ajeitar no banco de motorista, diga e pratique: “agora vou dirigir”.
    # Paulo Rabuske é campeão Sul-Brasileiro de Xadrez. Pra registro: é morador de Cruzeiro.
    # Não acredito. Terra ganhou R$ 190 mil da Odebrecht como doação de campanha. Até tu, Brutus?
    # Vamos para a última semana do Novembro Azul, mês da saúde do homem. Nunca é demais dar um toque a respeito.
    # Domingo tem festa em Cinquentenário. Só ver a igreja já é um espetáculo que vale a pena.
    # Rufino sugere uma audiência pública para debater problemas do Rio Pessegueirinho. Apoiado. Outros vereadores já tocaram neste mesmo assunto. Há flagrantes descasos em determinados trechos.
    # Entidades começam a reagir diante da fajuta proposta do turno único na Prefeitura de Santa Rosa. Nesta semana fizeram uma reunião para tratar do assunto. Não contaram pra ninguém, mas fizeram. Já é um passo.
    # Um vereador da cidade quer saber de Vicini quem são o CC e o servidor de carreira exonerados numa sindicância que investigou a reforma de uma máquina da Secretaria de Infraestrutura.
    # Lires pede duas sinaleiras para pedestres em dois pontos da cidade. Até apoio, mas com cursinho para os pedestres.
    # Valdir Carpenedo entre os boludos do Sindibritas - Sindicato da Indústria da Mineração de Brita, Areia e Saibro do RS.
    # Estacionamento rotativo vai finalmente mudar. E vem em boa hora. Tão quase surrando a meninada que fiscaliza o sistema.
    # Leonardo Vicini chama nossa atenção para estarmos mais atentos a escândalos que ocorrem aqui, ao invés de ficarmos impressionados com a “escandaleira” nacional.
    # Talvani De Conti decidiu manter, atendendo pedidos dos membros, o grupo ‘Sofredores da ERS-344’ abrigado no facebook. Até porque o sofrimento continua.
    # UFFS fez um trabalho de pesquisa que vale a pena ser conferido, sobre incapacidade de prefeituras do Sul do País de disponibilizar dados sobre contas públicas na Internet.
    # Morreu quarta-feira à noite Celso Golin. Foi secretário de Obras do segundo governo de Alcides Vicini.
    # Grande Musicanto. Grande Cláudio Joner. Grande Anderson Farias. Grande Edemir Leite. Grande Fernando Kaiber. Foi um grande festival.
    # E o Musicanto continua sendo polêmico. O cachorro-quente, por exemplo, alguns acham que só deve ser vendido no inverno, o que pra mim é uma completa falta de fundamento.

  • sexta-feira, 14 de novembro de 2014 17:18

    Turno único na saúde? Eu morro e não vejo tudo

    # Semana que mistura alegria (Musicanto), com medo (latrocínio em Porto Mauá) e tristeza (estado de saúde de Neli Cadaval da Costa).
    # Vai dar tudo certo. Nossa expectativa é de que o Musicanto se consolide como Multifeira Cultural, sem cobrança de ingresso, um pressuposto à sua popularização.
    # Vai dar tudo certo. A Polícia Civil prenderá o marginal que lidera uma quadrilha de assaltantes que furtam, assaltam e matam no lado brasileiro e depois fogem para o lado argentino.
    # Vai dar tudo certo. Em breve, com a graça de Deus, Neli Cadaval da Costa estará novamente à frente de movimentos da nossa educação. É uma mulher forte e esta força é que vem garantindo a evolução no seu quadro clínico.
    # Voltando a Porto Mauá: todos sabem quem é o matador de Lourenço do Jota. Inclusive a Polícia. Foi preso numa operação gigantesca da Brigada e recolhido ao Presídio de Santo Ângelo, de onde fugiu.
    # Os encapuzados (nem precisa usar capuz) praticam atos de crueldade semelhantes ao que se vê em filmes antigos da máfia.
    # Eles furtam, arrombam e agora matam. O que existe por trás disso? Tem que haver algo por trás de um comportamento tão agressivo, para quem aparentemente só quer furtar.
    # Novo secretário do Planejamento dá um pau em engenheiros da cidade, que encaminham projetos ‘aleijados’ na Prefeitura. “E para os clientes, botam a culpa na Prefeitura quando começa demorar a liberação”, acusa Cristiano Dall Agnol. Isso é declaração de macho.
    # Morreu Cesar Lindemeyer, remanescente de Os Lendários, um grupo que marcou época nos anos 80. Foi se juntar a João Carlos Loureiro, com que fez parceria na música em vida.
    # David Pereira sobre quem deve ser o candidato a prefeito do PP em 2016: “o Vicini, até porque ele não construiu um substituto”.
    # David também julgou ter sido um erro o PP não ter lançado candidato à deputação estadual com domicílio eleitoral em Santa Rosa.
    # Lires Zimmermann foi homenageada esta semana por ter sido diretora da Escola Municipal Paul Harris durante 16 anos. É uma história de respeito.
    # Turno único na saúde? Eu morro e não vejo tudo.
    # Turno único é oriundo da pressão de servidores municipais com a complacência dos administradores. E com a indiferença da sociedade, que é quem paga tudo.
    # Se sobrevivemos com turno único no verão, porque não fizemos um esforço e estendemos a medida durante o outono?
    # E se sobrevivermos outono com turno único, que venha o inverno! Aliás, turno único no inverno eu proporia o expediente à tarde, tem mais sol, dá menos gripe.
    # E com turno único no verão, no outono e no inverno, não custa nada tentar na primavera. Pronto. Turno único durante o ano inteiro. Imaginem a economia que seria alcançada, sem contar que os futuros concursos públicos nem preveriam tanta gente.