• sexta-feira, 18 de julho de 2014 13:00

    E o cargo de diretor da Câmara?

    # PMDB, PT e PCdoB, que somam seis votos, defendem que o futuro diretor geral da Câmara ocupe um cargo de confiança da presidência da Mesa Diretora.
    # Fernando Classmann já antecipou seu voto, elevando para sete os favoráveis. Falta um voto, que poderá ser de um suplente que eventualmente venha substituir Rufino, do PTB, na votação. Com oito votos, a matéria passa.
    # Ramão Moreira, do PT, é o primeiro suplente da coligação PT/PTB.
    # Rufino já antecipou publicamente que defende concurso público para prover o cargo de diretor geral da Câmara. Se licenciaria, para manter a palavra.
    # O assunto, que hoje divide bastante as opiniões, inclusive dentro da bancada do PP, deve ir à votação em agosto, após o recesso parlamentar.
    # Cláudio Schmidt dispensou o convite de vir à imprensa explicar o atual estágio da CPI dos Tubos. Diz que só se manifestará após assinar o relatório final.
    # Quem teria falsificado os dois documentos que esquentaram os dois CCs denunciados? Se for um grupo, serão enquadrados na Polícia como quadrilheiros. Cruzes!
    # A cobrança de estacionamento nas manhãs de sábado gerou mais manifestações positivas do que contrárias.
    # Musicanto em forma de Multifeira Cultural está confirmado para novembro. E não é que tem gente já falando mal da ideia, por acabar com a competição de palco?
    # Cláudio Joner, que preside o Musicanto, apela os corneteiros por bandeira branca.
    # Ângela Maraschin se despede hoje à noite da 20ª Fenasoja, que teve 111 mil pagantes e uma receita de bilheteria de R$ 800 mil.
    # E começa hoje à noite a organização da 21ª Fenasoja, com Gerson Lauermann apresentando toda a nova Comissão Central.
    # Vivemos as eleições de 2014, que ainda não chegou às ruas.
    # Fotografia de Orlando Desconsi será solenemente incluída hoje pela manhã, às 10h, da galeria de ex-prefeitos de Santa Rosa.
    # A CPI dos Tubos está andando. Nesta semana foram ouvidos Timirinho e José Aurélio. Servidores serão ouvidos na semana que vem. Vicini está na lista dos futuros convocados.
    # Douglas Calixto saiu da casca nesta semana, dando entrevista na Noroeste. Está se amansando aos poucos com o microfone. Tem muito o que falar.

     

  • sábado, 12 de julho de 2014 07:03

    Polícia cuida do caso dos documentos falsos dos CCs

    # O bicho está pegando feio no caso dos documentos falsos dos CCs. A Polícia Civil já ouviu o ex-assessor parlamentar de Miro Jesse.
    # Ele assumiu ter realmente feito uso do documento falso, mas negou ter sido o autor da falsificação.
    # Citou mais duas pessoas, uma que teria articulado e outra que falsificou. Pela lei, a citação de três pessoas já enquadra os três envolvidos em formação de quadrilha.
    # São dois inquéritos policiais. O outro inquérito envolve o ex-sub-prefeito da vila Sete de Setembro e corre na Delegacia de Polícia de Cruzeiro.
    # Vão começar as obras da Avenida Expedicionário Weber. Se antes era proibido sair de casa atrasado, agora muito mais.
    # Engenheiro Maurício Lenz diz que as intervenções ao longo de toda a avenida irão durar cerca de 30 dias. Uma grande oportunidade para nossos motoristas reciclar hábitos.
    # Nome de Miro Jesse consta no TRE como candidato à deputação estadual pelo PPS. Em contato telefônico, declarou não ter definido ainda se concorrerá.
    # Miro não esteve presente na convenção do PPS. Precisa assinar documentos em Porto Alegre, mas está em viagem para fora do Estado. Não se diz candidato por enquanto e admite que talvez nem venha a ser.
    # Tem que pagar para estacionar no centro a partir deste sábado. A ideia, sendo simpática ou antipática, visa justamente tornar o estacionamento rotativo. O centro lota de carros nos sábados, uns amanhecendo e ocupando a vaga até o meio dia.
    # Cláudio Schmidt, presidente da CPI dos Tubos, assinou convocações chamando depoentes para às 8h30min de sexta-feira passada. Porém, ele só chegou à Câmara depois das 9h. Pegou mal.
    # Câmara aprovou por maciça maioria projeto que enxuga a estrutura do primeiro escalão do Governo Vicini. São três secretários a menos, três salários a menos e assim sucessivamente. Palmas para Vicini.
    # Amauri Gioveli estava escondido no Governo Vicini, cuidando de questões relacionadas ao gabinete (sem expressão pública). Agora à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social, age e fala na imprensa com a desenvoltura característica dos Gioveli.
    # O que é pior: os 7x1 pra Alemanha ou ver a Argentina sendo campeã no Maracanã. Que ano! Que Copa! Que merda!

     

  • sábado, 5 de julho de 2014 08:10

    Projeto que enxuga a estrutura administrativa

    # Vai ser dada a largada. Campanha eleitoral começa no próximo domingo.
    # Hoje é o último dia para os partidos solicitar registros de candidaturas. Podemos ter alguma surpresa na região? Acho que não.
    # Pleito à deputação estadual tem quatro candidatos que votam em Santa Rosa: Classmann (PTB), De Paula (PDT), Jeferson (PT) e Neusa (PMDB).
    # À deputação federal, Osmar Terra (PMDB) vota em Santa Rosa e Elvino Bohn Gass (PT) vota em Santo Cristo.
    # Vejam que são seis candidaturas visceralmente ligadas à cidade e à microrregião. É um bom número para dimensionar a intensidade das ações político-partidárias.
    # Câmara vota na segunda-feira projeto que enxuga a estrutura administrativa da Prefeitura. Vicini primeiro exerceu a reforma na prática, para medir a temperatura. Esperou a poeira baixar e agora garante que tem apoio de sua base parlamentar.
    # Fechar secretarias e não preencher alguns CCs da estrutura é fechar portas para cabos eleitorais e companheiros de campanha. Há desgaste, o que valoriza a ação de Vicini.
    # Em 60 dias, Hospital Vida & Saúde teve anunciado R$ 9 milhões. Pouco antes da Fenasoja, o Governo do Estado garantiu R$ 6 milhões para a construção do novo prédio. Nesta semana, o Ministério da Saúde garantiu R$ 3 milhões para equipar o prédio novo.
    # Anderson Mantei é quem lidera todo o processo, demonstrando habilidade diferenciada ao lidar com políticos de vários partidos.
    # Em dois anos, após entrar em funcionamento o novo prédio do Vida & Saúde, o número de servidores deverá ser superior a mil.
    # Em área física e equipamentos novos, estamos vendo o surgimento de um novo Vida & Saúde ao lado do atual Vida & Saúde. E com a ressalva de que o atual Vida & Saúde está reformado.
    # Se deram conta da dimensão dos números que gravitam em torno do Vida & Saúde? Do tamanho do hospital que está a caminho? Do salto dado nos últimos anos?
    # Santa Rosa se deu ao luxo nesta semana de socorrer desabrigados de enchente da região. É num momento como este que podemos compreender a importância social da Vila Auxiliadora II.
    # A chuva que caiu na semana passada fatalmente desabrigaria famílias ribeirinhas da cidade, todas transferidas para a nova Auxiliadora.

  • sexta-feira, 27 de junho de 2014 20:59

    Afinal, onde há fumaça...

    # Final de semana será marcado por convenções estaduais. Para Santa Rosa e a região, é provável que não haja nenhuma novidade. As pré-candidaturas postas devem ser confirmadas.
    # Estranho. De Paula foi a São Borja no sábado passado, participou da convenção estadual do PDT, mas o partido local não publicou nenhuma nota anunciando a homologação de seu nome.
    # O fato de o PMDB não ter um deputado estadual há 28 anos, é um dos aspectos de motivação utilizado em favor da candidatura de Neusa Kempfer dentro da sigla.
    # E não é que a Corsan tinha e tem razão. A Corsan não sabia que duas quadras da rua Borges Fortes seriam asfaltadas. Muito menos no domingo passado.
    # A rede estourou na segunda-feira, certamente não resistindo o rolo pesado que trepida a base. E as outras vias que receberão o mesmo rolo?
    # Prefeitura e Corsan conseguiram não conversar sobre a obra da Borges Fortes. Simplesmente não teve conversa alguma. Estourou a rede, danificou o asfalto. Mas não tem problema, a gente paga.
    # Stok Center inaugurado ontem em Santa Rosa, um investimento de R$ 15 milhões que amplia as opções de compras para a região.
    # Projeto Tape Porã continua andando. E atenção, muita atenção: Governo Municipal desistiu de construir no prolongamento do Parcão um terminal de ônibus.
    # Já dá quase um livro o olho grande àquela área do Parcão. Primeiro, um shopping, depois um prédio para sediar a Receita Federal (vê se pode isso!) e mais recentemente um terminal de ônibus. Qual será a próxima brilhante sugestão?
    # Que chuvarada. Além de não secar as roupas, dar prejuízo ao trigo e encher o saco com tanta umidade, a chuva também serve para mostrar o excessivo número de buracos nos asfaltos velhos.
    # E a Corsan, com suas redes do tempo da Cibalena e do Veramon, consegue criar buracos novos para nos incomodar no futuro, logo ali à frente.
    # Vicini segura no peito sua reforma administrativa, que enxuga os CCs. Se fosse à Câmara, seria uma proposta rejeitada por sua própria base.
    # Já virou caso de Polícia os dois históricos escolares forjados por dois ex-detentores de cargos de confiança, um na Câmara e outro na Prefeitura. E não estamos mais diante de um bate boca político. A investigação policial foi solicitada pelo Ministério Público.
    # E tem mais um caso sendo investigado, que ainda não chegou ao MP. É que a sindicância da Prefeitura não andou.
    # Com sintomas e cheiros fortes de prática de falsidade ideológica, sentimos que os casos vão feder. Haverá gente muito arrependida pelo ocorrido.
    # Os três ex-CCs foram demitidos (como se restasse alguma outra coisa a ser feita). Um deles era assessor de Miro Jesse na Câmara. Miro, na época, disse que foi o último a saber da falsificação.
    # Secretaria de Administração determinou um pente fino em todos os documentos comprobatórios de conclusão de ensino Fundamental ou Médio apresentados por servidores na Prefeitura.
    # Afinal, onde há fumaça...
    # Colégio Liminha inaugura hoje um ginásio esportivo de R$ 4 milhões, com medidas oficiais. Chegamos ao futuro, graças ao Liminha.
    # E isso que o Liminha não vendeu nenhum terreno para construir o ginásio.