• sexta-feira, 14 de março de 2014 07:25

    Greve histórica no Frigorífico Alibem

    # Outra mobilização estaria a caminho para pedir sinaleiras para a Expedicionário Weber. A de ontem pediu uma elevada (lombada de antigamente). O efeito de qualquer medida estará nas mãos dos motoristas, que precisam mudar.
    # Vicini em Brasília, se envolvendo com a Fenasoja.
    # Prefeitura licita na semana que vem o novo ginásio de esportes e a conclusão do prolongamento ao Distrito Multiuso (moveleiro). Ginásio deverá ser construído no Parque de Exposições.
    # Greve histórica no Frigorífico Alibem. Com orientação claramente de esquerda, Sindicato da Alimentação mobilizou mais de mil trabalhadores no movimento grevista.
    # É a primeira greve em 10 anos de Alibem em Santa Rosa. Continuidade ou suspensão será decidida em assembleia agora pela manhã.
    # Lino Puhl, presidente do Sindisaúde, fez alerta nas redes sociais de um possível ‘apagão’ nos hospitais da região. O motivo: os hospitais não estariam dispostos ao piso regional dos técnicos de enfermagem.
    # Cruz Vermelha ainda aguarda por terreno prometido no ano passado pelo Governo Municipal.
    # Continuamos sem dengue. Caso confirmado aqui era de um morador de Ubiretama, onde está instalada uma epidemia.
    # Semana milionária para os hospitais Dom Bosco e Vida & Saúde. No total foram anunciados R$ 8 milhões, com articulações indispensáveis dos deputados Osmar Terra (PMDB), Jeferson Fernandes (PT) e Elvino Bohn Gass (PT).
    # Lions Clube Santa Rosa Centro matou a pau em mais um Bazar da Solidariedade.
    # Porto Mauá em festa pelos 22 anos de emancipação a partir de hoje à noite. Porto Vera Cruz também estará em festa.
    # Rubi Artus parece um milico na liderança do movimento empresarial da região. Hoje à noite tem posse coletiva de 12 presidentes de ACIs em Cândido Godói. Tudo tem o dedo de Rubi, vice-presidente regional da Federasul.
    # Fundo Municipal de Cultura divulga edital na próxima semana. Que parto!
    # Santa Rosa perdeu Plínio Luconi, nonagenário amante da fotografia.
    # Salva de palmas para a Família Meinerz, liderada por Ademir Meinerz. Na semana que vem os Meinerz inauguram o Imigrantes Hotel, proposta irretocável de hotelaria.
    # Anote: IPTU vence hoje para quem pretende se beneficiar do desconto de 12%.
    # Servidores municipais elegem hoje o novo presidente, entre três opções de chapas. No pleito passado, menos de 200 votaram. Expectativa é que o desinteresse da classe desapareça.

  • sexta-feira, 7 de março de 2014 07:57

    Aliás, o que é melhor pra Vicini? Voltar e reassumir?

    # Espetacular foi o Carnaval de Rua 2014 de Santa Rosa. Que silenciem os críticos, porque a festa veio pra ficar.
    # É impressionante o poder de superação das escolas Unidos da Vila Sulina e A Turma do Alambique.
    # Impressionante, também, é a resposta que o público dá ao desfile. Não baixou de cinco mil pessoas na agradável noite de sábado. Isso corresponde à população urbana inteira de Tuparendi. É muita gente.
    # Defendo a disputa entre as escolas em 2015, concorrendo pelo primeiro lugar. O clima de competição incentivará com muito mais força o surgimento da terceira escola.
    # Mas se ficar assim como está, se mantida a qualidade de sábado passado, também está bom. Aliás, está ótimo.
    # Alcides Vicini, um homem de 68 anos, homem experimentado numa vida atribulada que leva, não merece passar por tudo o que está passando. Muito menos a Elenir, a mãe.
    # Conversei com Vicini por telefone ontem pela manhã e ouvi um homem fortemente fragilizado. Deve reassumir a Prefeitura neste final de semana, por decisão pessoal.
    # É uma decisão difícil. É prefeito de uma cidade de 70 mil habitantes, reverenciado e amado por milhares de pessoas que o querem por perto, mas ao mesmo tempo respeitam sua dor.
    # Aliás, o que é melhor pra Vicini? Voltar e reassumir? Ficar esperando pelo filho em Santa Catarina?
    # Só ele pode decidir. A nós só resta apoiá-lo em qualquer uma das opções. Mas voltando a Santa Rosa ou permanecendo em Santa Catarina, é um homem profundamente afetado emocionalmente, fragilizado como pai. O trabalho funcionará como programa de cura à dor.
    # Artur Lorentz está em viagem de estudo no exterior. Retorna na terça-feira que vem. Veio pra ficar.
    # Executiva do PP defende a nomeação urgente de secretários titulares para as pastas do Meio Ambiente e da Administração.
    # Cumprimento da ordem de despejo nos fundos da Vicente Cardoso ainda é um assunto suspenso. E delicado.
    # Frigorífico Alibem em estado de greve. A empresa alegou que não teve lucro suficiente em 2013, para transferir lucros aos trabalhadores.
    # Perspectiva de greve no Alibem, pelo que sei, é algo inédito na história desta indústria. Não passa despercebido que o fato ocorre sob nova direção do Sindicato da Alimentação.
    # Cobra sucuri ainda não foi localizada em Porto Mauá. Só no rótulo.

  • sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 07:28

    Convenhamos, é muita micagem

    # O Governo Municipal foi, de uma hora para outra, surpreendido com uma informação vinda da Caixa Econômica Federal: o empréstimo de R$ 36 milhões do PAC Pavimentação só sai com projetos de passeios públicos associados às ruas que serão pavimentadas e calçadas. E agora?

    # Ocorre que a Prefeitura de Santa Rosa enviou apenas o projeto de pavimentações e calçamentos de ruas e avenidas. Não incorporou o projeto de passeio público.

    # Mas por que não previu o passeio público? Simples. Mais uma vez a leitura dos termos não foi completa.

    # Nossa Prefeitura tem que criar, e de forma urgente, uma Sala de Leitura. Leitura de licitações, de projetos, da legislação...

    # Só pra ficar em duas situações recentes. O projeto da Prefeitura Velha foi licitado pelo Governo Orlando, mas executado pelo Governo Vicini. O que ocorreu? O projeto técnico vencido em licitação não previa alternativas para, no caso de o prédio de mais de 50 anos ter bases de sustentação fragilizadas, o que deveria ser feito. Não foi lido por completo o projeto. Quando a empresa que executa as obras se deparou com sustentações fragilizadas, houve uma correria. A obra quase parou. Faltou leitura.

    # Também recente. A legislação só permite que um logradouro público leve o nome de um personagem de nossa história já falecido. Só uma homenagem. Pois a Prefeitura (pobre da Prefeitura!), propôs à Câmara a denominação de Praça Padre Arcanjo à praça da Vila Flores. O projeto foi devolvido porque Padre Arcanjo já é nome de rua. Faltou leitura.

    # Convenhamos, é muita micagem.

    # Os caciques do PP local saem da fúria para palpar um clima de entendimento. Lavaram roupa suja na noite de quarta-feira. São dois grupos distintos, um falando mal do outro e exigindo a mesma coisa: a concordância de Vicini. Pobre Vicini!

    # Na reunião de quarta surgiu uma corrente na Executiva do PP (três progressistas) que defende o lançamento de uma candidatura a deputação estadual. Vários nomes foram especulados, do goleiro ao ponta-esquerda. Acontece que ninguém quer abandonar a posição.

    # Em meio a isso vem a informação de que Artur Lorentz está de volta a Santa Rosa e à empresa que leva o nome de sua família. Artur Lorentz voltou? Sim, mas pelo que sei, não para fazer política.

    # O PP, a rigor, tem só dois nomes locais para não passar vergonha na disputa por uma cadeira à Assembleia Legislativa: Alcides Vicini e Artur Lorentz. Artur tem que ser convencido e Vicini, neste caso, é um cobertor curto.

    # Tem cobra sucuri nos rios Uruguai e Santo Cristo. A fonte são pescadores sérios. Sérios, mas pescadores.

    # Já que todo mundo volta, também voltei.

  • quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014 21:18

    Quanto será que vale o prédio do Moroni?

    # Foi uma semana agitada, por conta dos episódios na Câmara e do desaparecimento do filho do prefeito Alcides Vicini.

    # A priori, o agito começou antes, com aquele vídeo do deputado federal Luis Carlos Heinze, em tom ofensivo aos gays, negros e índios.

    # Os deputados Heinze e Jeferson se estranharam bonito por conta daquele “são tudo que não presta”.

    # O Heinze simplesmente esqueceu que era figura pública, em local público. Na Noroeste, se explicou bem, mas somente com relação aos comentários relacionados aos índios.

    # Heinze assumiu o erro, mas cutucou valendo. Colocou-se no alto do pedestal e alega que querem derrubá-lo em ano eleitoral.

    # Osório sempre foi conhecido por ser ferrenho em defesa de suas propostas. Assumiu para si a bronca do lixo.

    # Quer saber como o valor pago pelo serviço aumentou 50% em um ano.

    # Foi aumento por decreto, assinado pelo prefeito Orlando, sem passar pela Câmara. A lei previa a possibilidade.

    # Timirinho (PP), Fonseca (PMDB) e Dado (PT) são titulares da comissão de investigação. Não é CPI, mas quase isso, e tem obrigação de apresentar algum relatório conclusivo. Lixo, com cara que vai feder.

    # Quanto será que vale o prédio do Moroni? Fonseca já deixou claro que o PMDB está de olho.

    # Comissão pede dados do Fundo de Gestão Compartilhada. Vira e mexe o assunto vem à tona e mostra que por baixo dessa terra ainda tem muito cano para espiar.

    # Falar em água, Fonseca cutucou e Milton Corsan Kühn mostrou que obra de Cruzeiro está quase pronta.

    # É verdade. Mas demorou e aquela parte da cidade sofreu.

    # Neli foi vereadora nesta semana.

    # IPTU. Carnês podem ser consultados na internet. Aumento não foi tudo aquilo. Alguém recuou ou outro alguém, do próprio governo, divulgou informação inicial bastante fora do prumo.

    # Partidos grandes terão candidatos a deputado por Santa Rosa. A exceção seria o PP?

    # A notícia do Cristiano Vicini estragou a semana. Isso não são férias, prefeito.

    # Somos solidários ao prefeito... Todos. É uma dor que ninguém quer experimentar.