sábado, 16 de junho de 2018 09:13

"A hora é agora de moralizar e reordenar os dois locais"

# Seja bem-vindo Yuri Lezghintsev, Cônsul Geral da Rússia. Ele permanece toda esta sexta-feira em Santa Rosa, depois de pernoitar em Campina das Missões, berço da colonização russa no Brasil.

# Edevar Kich, com domicílio eleitoral em Tuparendi, confirmou nesta semana sua pré-candidatura à deputação federal pelo PCdoB.

# De um lado, Cláudio Schmidt, com cópias de documentos que afirmam que uma sepultura foi violada no Cemitério Municipal. Os corpos da mãe e de um irmão de um denunciante teriam desaparecido do local.

# De outro lado, o secretário Rodrigo Bürkle, da Infraestrutura Urbana, mais precavido. Ele prefere mais o tipo ‘pode ser que sim ou pode ser que não, estamos investigando’.

# Independente do desfecho deste caso, os dois cemitérios passam a assumir o estágio de furúnculos prestes a estourar. Há situações irregulares diversas. Há venda de terrenos através de pessoas que exercem tráfico de influência. Enfim, existem coisas que não deveriam existir num campo santo. É de dar nojo e de impactar quem tem valores éticos e religiosos.

# Falei pessoalmente com o prefeito Alcides Vicini sobre os casos que chegaram até nós, relacionando os dois cemitérios. Vicini falou com raiva, afirmando que vai até o fim para punir quem está praticando irregularidades nos dois locais. Acreditei nele.

# Rodrigo Bürkle é um político que mede as palavras. Não se entusiasma com a própria voz. Ele não alimenta especulações, só fala sabidamente sobre o que é ou o que não é.

# Sobre o suposto desaparecimento de dois corpos, diz que está investigando. Deixa transparecer, e é por nossa conta tal dedução, de que o denunciante pode estar equivocado. Porém, quem denunciou tem documento provando o local do terreno e a quadra.

# Rodrigo Bürkle, a exemplo de Vicini, faz questão de que todas as denúncias relacionadas aos dois cemitérios saltem para fora. Diz que a hora é agora de moralizar e reordenar os dois locais.

# Chuva de pedra, como a gente se referia quando criança, causou pânico em determinadas regiões do interior de Santa Rosa na madrugada de terça-feira. Aqui vale um elogio à pronta intervenção da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Governo Municipal, através dos setores relacionados a intempéries climáticas.

# Governo Municipal volta a tocar num assunto delicado, mas urgente: a construção de um terminal de ônibus no centro. Deve ser na Praça da Bandeira, que não é uma praça de lazer, mas muito mais um local de locomoção de pedestres.

# Quem nunca errou, atire a primeira pedra. Então, não vamos aqui tripudiar a mulher que gravou um áudio no whatsapp e que se proliferou na semana passada. O áudio acusava a UPA de estar sendo vítima de uma grande bactéria ou de um grande vírus. O Hospital Vida & Saúde teve que promover uma entrevista coletiva para desmentir o boato falso.

# A dita senhora foi identificada pela Polícia ainda na semana passada, mostra-se muito arrependida e chora muito pelo que fez.

# O Hospital Vida & Saúde convidou essa senhora para mostrar todo o processo de controle de infecção e a estrutura física e funcional da Instituição.

# “O boato é um ente invisível e impalpável, que fala como um homem, está em toda a parte e em nenhuma, que ninguém vê, de onde surge, nem onde se esconde”. Machado de Assis.

# Nosso querido Machado não viveu a tecnologia e a inteligência da nossa Polícia Civil atual. Hoje, um boato na rede social é rastreável plenamente. Então, cuidamos, todos nós, do que escrevemos ou falamos por aí relacionando pessoas e instituições, sem a certeza dos fatos.

Faça seu comentário