• quinta-feira, 4 de abril de 2013 12:40

    Frota dobrou em 10 anos

    Os dados constam no site do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul e são discriminados por municípios. As tabelas permitem ver toda a evolução de 2004 até 2012.

    Santa Rosa possui hoje uma frota de 41.916 veículos, dado levantado no ano passado. Em índice, significa que 61% da população têm veículo, contra um número que era de apenas 37% em 2004. Os carros de passeio são praticamente 24 mil nas ruas, mas já são mais de 10 mil motos.

    Outro número que chama atenção é que há apenas oito anos atrás, a frota total de Santa Rosa era composta de 24.269 veículos, um aumento de 70%.

    E vias novas, quantas foram abertas? Na ligação Cruzeiro - Centro continuamos apenas com a Expedicionário Weber.

  • quinta-feira, 4 de abril de 2013 11:17

    O minuto de fama

    Os crimes passionais aumentam a cada dia, geralmente cometidos por homens que se sentem ofendidos no seu “amor”, magoados no ego, no seu brio de macho... matar mulher (ou ex) e filhos se transformou em rotina nos últimos anos, em cenas cada vez mais bárbaras.  

    Crimes assim sempre existiram. Mas certamente o caso “Lindenberger  / Eloá” ajudou a plantar essa semente maleva na mente das pessoas com distúrbios. Com tantos holofotes e exposições, esses doentes se veem como atores.

    A isso adicione a sensação de impunidade, essa que faz um homem vir de Santo Ângelo a Santa Rosa para atirar na ex-companheira e num outro indivíduo que estava com ela. Não é o amor que faz isso, é o minuto de fama...

  • quarta-feira, 3 de abril de 2013 08:11

    Impressionam nossos finais de semana

    Nós, repórteres, temos acesso às ocorrências policiais da Brigada Militar e da Polícia Civil. Divulgamos algumas, outras ignoramos, mas colocamos nelas nossos olhos, pelo menos para cruzar de relance na informação.

    O que chama atenção, mesmo é a grande quantidade de casos qualificados como Lei Maria da Penha. Especialmente nos finais de semana. É pelo menos um caso em cada dia de sexta a domingo, mas, em geral, há mais registros. Os números da Brigada Militar estão aí para confirmar isso.

    É tudo álcool, é tudo em casa.  É a explosão da covardia de quem não pode agredir o mundo e passa a agredir aqueles que são o seu mundo.

    É quando o homem não trabalha, vê sua miséria, suas frustrações pessoais, se joga no álcool, e para não se dar conta dessa miserabilidade, violenta o mundo ao seu redor.

    Os finais de semana são de terror para muita gente. Muita mesmo.

  • terça-feira, 26 de março de 2013 09:56

    Nós fazemos a nossa parte

    De quinta-feira até hoje, um dos temas que centraliza as discussões é o caos logístico nacional. Não bastasse o embargo chinês devido os atrasos na entrega de soja, vemos o início da colheita no Rio Grande e preocupações das entidades quanto ao escoamento da safra.

    A boa notícia é a supersafra e o bom preço da soja. A má notícia é que não há como escoar toda a produção. Mais uma vez estamos reféns dos investimentos dos governos Estadual e Federal, principalmente.

    Santa Rosa, no seminário organizado pela Agência de Desenvolvimento, encerrado em novembro último, apontou que a falta de logística - transporte adequado - era o principal entrave ao desenvolvimento desta região. Era item um na pauta.

    O segmento empresarial (comércio, indústria, agronegócio e serviços) acusa o problema. O segmento produtivo tem dado conta, gerado resultados altamente satisfatórios, em todos os setores... mas, na hora de contar com a infraestrutura básica, fica refém do sistema.

    Continuamos sem ponte internacional, estamos sem voos no aeroporto de Santa Rosa, sistema ferroviário deficitário e com visíveis problemas nas rodovias.
    Que mais podemos esperar?