• terça-feira, 26 de setembro de 2017 09:56

    Vereadores questionam anúncio do Liminha

    Cinco vereadores de Santa Rosa questionam o anúncio feito pelo prefeito Alcides Vicini em utilizar o espaço do Colégio Liminha para instalar uma escola de educação fundamental. Segundo os vereadores não foi isso o combinado com a câmara, quando os parlamentares aprovaram a compra do local. “O prefeito anunciou que a prioridade é para abrigar escola infantil, e deixar de pagar alugueis. A economia mensal seria de em torno de R$ 50 mil/mês. Parlamentares reiteram que o município renovou os contratos de aluguel e com uma estrutura ampla, continuará pagando outras estruturas.

    O vereador Renato Schaefer, durante sessão na Câmara no dia 18, chegou a afirmar que o prefeito Alcides Vicini teria faltado com a verdade e disse que estava se sentindo usado (confira o vídeo da sessão).

    Schaefer convidou a secretária de Educação de Santa Rosa a comparecer na manhã de ontem, durante reunião das comissões da câmara para prestar esclarecimentos. Lires não compareceu pois a mesa diretora não enviou o convite formal. A Câmara receberá a secretária na próxima segunda-feira, as 09h. Entre os principais questionamentos está a necessidade de uma nova escola de ensino fundamental, além de outras pautas.

    O assunto será pauta na manhã da quarta-feira, as 07h30min, no Programa Ponto e Contraponto da Rádio Noroeste.

  • terça-feira, 19 de setembro de 2017 11:47

    A CPI do Painel

    Os vereadores Sônia Conti e Migue Knorst (PCdoB), Renato Schaefer, Cláudio Schmidt, Aldemir Ulrich (ambos do PMDB), Dado Silva e Márcia Carvalho (ambos do PT), e Antônio de Paula do PDT (que é suplente e assumiu nesta semana) assinaram o pedido de abertura de CPI para apurar a instalação de painel eletrônico na Rótula do Taffarel.

    A proposta de abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito-CPI partiu da vereadora Sônia Conti do PCdoB, a qual conseguiu as oito assinaturas de vereadores que possibilitam a abertura da investigação. Sônia precisava de cinco assinaturas. Com isso o presidente Paulinho dos Santos deve emitir uma resolução para a instauração da comissão com a finalidade a possível ocorrência de irregularidades. A Comissão deve obedecer à proporcionalidade das bancadas, onde cada líder indicar seu representante.

    Um parecer do Controle Interno (CI) da Prefeitura, remetido ao Ministério Público Estadual, aponta que a instalação do painel eletrônico na Rótula do Taffarel ocorreu de forma irregular. Segundo o órgão de fiscalização, a Prefeitura não poderia ter concedido a autorização para que a empresa instalasse o outdoor no local

  • domingo, 17 de setembro de 2017 10:26

    Miro é reeleito presidente do PPS

    O vereador Miro Jesse foi reeleito presidente do PPS, em convenção municipal realizada na manhã deste domingo, tendo por local o plenário Étore Alberto Beltrame da Câmara de Vereadores. O vereador Paulo Roberto dos Santos( Paulinho) é o vice.

    Na convenção, com boa participação dos filiados, Miro falou da trajetória do partido, presente em Santa Rosa há 18 anos, recordando o crescimento registrado em votos, a cada eleição. Convocou os filiados a unir forças em prol do crescimento da sigla no município e destacou a importância de se fazer política para a coletividade mesmo diante de um cenário nacional onde há descrédito dos partidos e seus políticos.

    • FOTO: Claudiomiro Sorriso. FOTO: Claudiomiro Sorriso.
  • terça-feira, 12 de setembro de 2017 09:57

    Limpa Fossa resulta em Ação de Improbidade Administrativa

    Tramita (em Segredo de Justiça) na 1ª Vara Civil uma Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa impetrada pelo promotor Janor Duarte contra Marino Martins, Fernando Borella, Lina Michalski e Ademar da Veiga Martins.

    A ação refere-se ao “Caso Limpa Fossa”, que já condenou na esfera eleitoral local Marino Martins, Fernando Borella, Lina Michalski e Ademar da Veiga Martins. Marino e Borella concorreram à vereança pelo PP.

    Uma liminar expedida pela 1ª Vara Civil de Santa Rosa impediu que o suplente de vereador Marino Martins assumisse cadeira no Legislativo Municipal na noite desta segunda-feira, 11. A intimação também impede que Fernando Borela, na linha de suplência, assuma vaga.