• sexta-feira, 8 de setembro de 2017 10:17

    Vicini responde ao Controle Interno

    O prefeito Alcides Vicini informou na última semana ao Controle Interno, da Prefeitura de Santa Rosa, de que comunicará a empresa responsável pela instalação do painel eletrônico, na Rótula do Taffarel, que retire a propaganda terceirizada desinstale o equipamento.

    O fato tomou repercussão quando a vereadora Sônia Conti denunciou que a instalação do painel aconteceu sem licitação. O diretor de trânsito Carlos Augusto Lozekan confirmou ao Jornal Noroeste que foi ele próprio quem autorizou a instalação.

    Denúncias sobre o fato tramitam no Ministério Público. O promotor Janor Duarte abriu um expediente para investigar o fato.

  • quinta-feira, 24 de agosto de 2017 17:08

    PRE pede condenação de agentes políticos

    A Procuradoria Regional Eleitoral já emitiu parecer sobre as condenações eleitorais da 42ª Zona Eleitoral de Santa Rosa. Relatores pedem que se mantenham as sentenças do juiz Adalberto Hommerding contra o vereador Miro Jesse, e os candidatos Fernando Borela e Marino Martins. Nos processos estão também Lina Michalski (ex-secretária de Governo) e Ademar da Veiga Martins (ex-diretor da Prefeitura). Procuradores pedem também na Ação Eleitoral contra Fernando Classmann e seus três acessores da campanha, que se mantenha a sentença, sugerindo apenas alteração da data de início da inelegibilidade.

    O assunto é destaque na edição do Jornal Noroeste desta sexta-feira, 26 de agosto.

    Todos os processos estão conclusos para julgamento, o que poderá ser colocado em pauta nos próximos dias.

     

  • quarta-feira, 23 de agosto de 2017 15:17

    Que tal a iniciativa privada?

    Um vereador de Três de Maio durante pronunciamento no Legislativo, na noite da última segunda-feira, 21, rasgou o projeto de Lei encaminhado pelo prefeito, que prevê a criação de novos cargos e aumento de salários de alguns funcionários que ocupam cargos de confiança. Enquanto o vereador Josias Correa, PRB rasgava o projeto, disse que é uma vergonha encaminhar o Governo Municipal encaminhar pedido para aumentar salários de cargos de confiança, enquanto existe falta de medicamentos e consultas para a população carente do município. O parlamentar salientou que se alguém não estiver satisfeito na prefeitura que procure um trabalho na iniciativa privada.

    Ao Jornal Noroeste Josias diz não estar arrependido do ato. "Fui eleito pela comunidade e para ela devo explicações. Aumentar gasto com cargos de confiança é desrespeitar o dinheiro público", afirmou.

    Vereadores se oposição já destacaram opinião contrária a proposta.

    • Josias. Josias.
  • segunda-feira, 14 de agosto de 2017 07:34

    Orlando foi inocentado

    De 380 ex- parlamentares federais sem fora privilegiado, 302 deixaram de responder a ação por prescrição e ou por ausência de indícios de apropriação indevida dos recursos da Câmara. Segundo a notícia publicada no Jornal Zero de 09.08.17.

    Dos 13 ex-deputados federais do RS 11 foram liberados, não responderão mais à esta denúncia, permanecendo apenas dois gaúchos. Dentre os liberados está Orlando Desconsi ex- deputado federal que tinha apenas um mês de mandato do período da investigação, mês de Janeiro de 2007, e não possuía nenhuma irregularidade.

    Desconsi diz que finalmente o Ministério Público Federal fez justiça ao extinguir uma denúncia que havia efetuado na imprensa, "sem nunca ter nos notificado sobre o assunto, e ou de qualquer ato irregular, ficando evidente o que afirmei á época que tomei conhecimento da denúncia pela imprensa", afirmou.