• quinta-feira, 16 de abril de 2015 11:13

    Talento da Terra

    O nome do jornalista santa-rosense Jean Brandão é destaque na Rede Record. A empresa de comunicação enviou-o para dar início a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que inicia no mês de junho.

    Flávio Ricco, blogista do UOL, não escondeu elogios ao profissional. “Discretamente, sem maior alarde, a Record deu início à cobertura dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, deslocando de São Paulo o repórter Jean Brandão, que é muito bom, para fazer o trabalho de aquecimento”.

    Jean iniciou seu trabalho ainda jovem, quando atou como pantão de estúdio durante as transmissões esportivas da Rádio Noroeste AM.

    Sobre o Pan-Americanos de Toronto

    Serão cerca de 6 mil atletas dos 41 comitês das Américas disputando medalhas em 40 diferentes modalidades, entre os dias 10 e 25 de julho.

    Mesmo com exclusividade no sistema aberto e a possibilidade de colocar a sua marca num evento que certamente poderá servir de alavanca para a Olimpíada do ano que vem, a transmissão prometida é das mais desanimadoras. A começar pelo número de equipes bem inferior a de Guadalajara em 2011 e na própria composição da equipe de agora com menos pessoas em todos os setores.

  • segunda-feira, 6 de abril de 2015 10:37

    Futuro da UPA

    Uma matéria divulgada na capa do Jornal Noroeste da última quinta-feira, 02, destaca que o Hospital Vida & Saúde não recebeu os últimos três meses do ano passado por serviços prestados pela UPA. O questionamento é referente ao devedor. De quem é a dívida?

    Luis Antônio Benvegnú diz que a dívida é do Estado e da União, porque foi assinado um contrato tripartite. “A Fundação não atrasou sua parte em nenhum momento”, observou ele.

    Já na interpretação de setores da direção do Vida & Saúde a dívida é da Fundação, gestora do sistema de saúde pública no município. O Hospital não estaria disposto, inclusive, em renovar o contrato que já teve vencido os seis primeiros meses contratados.

    O Estado não assume nenhum compromisso pontual de resgatar outubro, novembro e dezembro de 2014, uma dívida superior a R$ 1,2 milhão.

    No domingo precisei dos serviços da UPA, após cortar meu dedo. Fui atendido imediatamente, e após receber uns pontos, em menos de uma hora eu estava de volta na minha casa. Muito bom o serviço, mas enquanto estava deitado recebendo o atendimento, refleti da importância que tem hoje a Unidade de Pronto Atendimento para a comunidade. E se o serviço deixar de existir por falta de repasses?

    Defendo uma mobilização regional, defendendo e fazendo com que o Governo do Estado se sensibilize para receber o recurso. Na terça-feira, 17 de abril, o Secretário de Saúde, João Gabardo Reis estará em Santa Rosa. Um bom momento para exigirmos mais atenção para ao assunto!

  • quinta-feira, 19 de março de 2015 08:10

    Em tempo...

    Vereadores de Santa Rosa definiram que não terão mais ajuda de custo para ligações. A proposta partiu da Mesa Diretora da casa, após investigações do Ministério Público Estadual, onde se apuram irregularidades. O caso será julgado nos próximos dias.

    Parece que as coisas aqui em Santa Rosa são pensadas e tentam aos menos demonstrar transparência. Parabéns aos vereadores. Por será economizado R$ 3.750,00/mês só com os parlamentares e no ano R$ 45.000,00.

    Em tempo:

    O Carnaval de Santa Rosa foi um sucesso. Claro, é um trabalho de anos e anos, que em 2015 ganhou ainda mais destaque.

    Tivemos pequenos problemas, mas eles devem servir para crescermos e consolidar ainda mais nosso evento popular.

    Além da qualidade precisamos de mais participações na avenida. Se você se empolgou com alguma das três escolas, te aconselho a procurar uma agremiação e no próximo ano desfilar e se divertir.

    E tem mais...

    No domingo tivemos mais um protesto. Estive lá, e vi nos olhos das pessoas o sentimento de amor ao nosso Brasil. Claro, pequena parte ama mais seu partido, mas a grande maioria defende um país melhor e com mais respeito a população.

    Toda manifestação pacífica merece respeito. São opiniões, e a democracia nos proporciona isso.

    Se tirar ou não a Dilma do governo vai resolver o problema, confesso que não saberia arriscar.

    Há poucos dias tivemos divulgada uma lista de partidos envolvidos em corrupção. Então será que o problema é só a Dilma?

    No meu ponto de vista a crise está no capitalismo dos partidos, que só pensam em cargos. Não precisamos ir muito longe para ver isso. Aqui na nossa região isso é normal.

    Passou o tempo em que candidatos defendiam uma sigla por convicção. Hoje a defesa é para garantir “tetas”, para familiares e comparsas, o que enche o setor público de pessoas despreparadas.

  • sexta-feira, 6 de março de 2015 16:58

    Os blocos não têm culpa

    Sabem quantos acidentes foram registrados em fevereiro ao longo de toda a ciclovia? Nenhum. E quantos foram registrados desde sua implantação? Apenas seis, cinco deles nas últimas semana de janeiro, logo no início da implantação e um na madrugada de domingo passadio, 1º de março.
    E os tão contestados blocos não têm culpa nenhuma, porque na maciça maioria dos acidentes os motoristas estavam alcoolizados ou, nos casos envolvendo caminhões, houve desatenção dos condutores.
    A polêmica sobre a ciclovia deve continuar, mas os blocos deverão ser menor intensidade no debate.
    Nesta semana a área de trânsito da Prefeitura pintou a sinalização horizontal da Avenida Expedicionário Weber, elevando o senso de segurança do motorista.
    Nenhum acidente envolveu ciclistas até o momento.