• domingo, 26 de abril de 2015 23:42

    Show Nenhum de Nós e Orquestra de Câmara da ULBRA

    A Orquestra de Câmara da ULBRA e o grupo Nenhum de Nós dividiram o palco do Centro Cívico Cultural na noite deste domingo, 26.

    Durante aproximadamente uma hora, os músicos encantaram a platéia com canções como: Astronauta de Mármore, Diga a ela, Canção da Meia-noite e Amargo fizeram o público cantar junto com os músicos.

    De acordo com o vocalista do grupo Nenhum de Nós, Thedy Corrêa, Santa Rosa é uma cidade musical. "A inteação do público é maravilhosa" destaca.

    Após o show o grupo recebeu os fãs. Confira algumas fotos.

  • quarta-feira, 22 de abril de 2015 20:54

    Sorteio no Blog da Fran: "A Vida Dele"

    Esse post vai para galera que curte cultura. Na próxima terça-feira, 28, o Arte Sesc - Cultura por toda parte promove em Santa Rosa, a apresentação do espetáculo teatral “A Vida Dele”.

    O enredo da montagem Cia Incomode-te “A Vida Dele” se passa em um quarto de hotel ordinário, onde dois personagens espionam um terceiro e discutem acerca desta investigação. Em uma atmosfera de suspense e comicidade os fatos revelados, aos poucos, os levam ao caminho do inesperado. A classificação etária é 14 anos.

    O Blog da Fran em parceria com o SESC está sorteando dois ingressos para dois sortudos que compartilharem essa postagem. Isso mesmo curtir e compartilhar o post e já está concorrendo.

    E aqueles que estão com o prazo de validade da sorte vencida, os ingressos têm valores entre R$ 8,00 e R$ 25,00.Os ingressos são de R$ 8,00 para Comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac; R$ 14,00 para Empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac; e R$ 25,00 para o público em geral. Mais informações podem ser obtidas no Sesc Santa Rosa, telefone (55) 3512-6044.

    A atração inicia às 20h, no Teatro do Sesc (Rua Concórdia, 114).

    Boa sorte gente!

  • sexta-feira, 17 de abril de 2015 14:33

    Reciclar está na moda

    Sexta-feira será o dia oficial das dicas aqui no Blog da Fran.

    Para começar com chave de ouro, tive um click sobre reciclagem no mundo da decoração.

    A decoração não deve ser vista como custo e sim como um belo investimento.

    Mas que tal utilizar o que já este esquecido em um cantinho da sua casa?

    Isso mesmo, reciclar com originalidade.

    Vamos começar nosso “tour criativo” de hoje:

    Dica para os “moderninhos”:

    Aquele monitor quebrado que você não sabe como reutilizar ou a galocha e o tênis que estão detonados são exemplos de objetos que podem se transformar em maravilhosos e originais vasos de flor ou folhagens.

    Solte a imaginação e crie peças originais com o teclado ou mouse.

    Agora é sua vez. Crie envie a foto da sua obra pra gente.

    Vamos publicar aqui neste espaço.

    Até a próxima.

  • quarta-feira, 15 de abril de 2015 21:04

    Lançamento da 11ª Feira do Livro

    Na tarde desta quarta-feira, 15, ocorreu a solenidade de lançamento da 11ª Feira do Livro. O lançamento ocorreu no Centro Cívico e Cultural Antônio Carlos Borges. Escritores, professores e autoridades foram recepcionados pelos atores do Grupo de Teatro Ativar. Os convidados receberam poesias impressas, retiradas de uma espécie de guarda- chuva.

    Na ocasião foi apresentada a arte do cartaz do evento, feita pela artista plástica Taciara Argilar . Os livros têm gosto de liberdade, foi o que inspirou a jovem artista a criar uma imagem que demonstra um vôo pelo mundo da leitura.

    A patronesse desta edição é a professora e escritora Maria Inêz Pedroso. Ela destacou que está confirmada a vinda do escritor homenageado nesta edição, o jornalista Juremir Machado da Silva. Na última semana a Câmara de Vereadores aprovou projeto que visa a ampliação do valor do vale-livro. O valor que era de R$ 10,00, agora passará para R$ 15,00 por aluno da rede municipal, estendido o benefício também aos professores, no valor de R$ 25,00.

    A 11ª Feira do Livro ocorre entre os dias 13 a 16 de maio na Praça da Bandeira.

     

    "A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede".

    Carlos Drummond de Andrade