• sexta-feira, 20 de janeiro de 2017 11:00

    Alimentação no verão

    Os alimentos mais indicados pra consumo no verão são alimentos mais leves e refrescantes. A alimentação deve ser bem variada, rica em legumes, verduras e frutas que são fontes de muitos nutrientes e água, sanduíches leves e carnes magras são bem vindas. Não podemos esquecer de tomar muita água! Chás gelados e sem açúcar também valem! Evitar alimentos de difícil digestão como frituras e alimentos gordurosos.
    Se for para escolher entre suco ou água opte sempre pela água. É hidratante, refrescante, sem calorias e nada substitui a água pura. Sucos são boas opções quando batidos com algum vegetal (couve, rúcula) e deve ser sem coar pra não perder as fibras. Uma opção legal e super-refrescante é fazer uma água saborizada com hortelã, limão, morangos, são muitas opções, basta usar a criatividade!
    O verão pode facilitar a dieta, pois sentimos menos fome e mais vontade de consumir alimentos mais leves. As altas temperaturas também estimulam as pessoas a praticarem mais exercícios físicos ao ar livre. Mas o que prevalece para a efetividade da dieta são as escolhas do dia a dia.

    Receita da Nutricionista:

    Salada completa


    Folhas verdes - Brócolis cozido e picado - Tomate picado - Frango desfiado - Ricota - Nozes. Fazer uma “cama” com as folhas verdes, colocar o brócolis, tomate, frango, ricota e as nozes. Temperar com sal, azeite e pimenta do reino!

    Mirelli Papalia - Nutricionista Clínica e Esportiva CRN 12531D

     

  • quinta-feira, 5 de janeiro de 2017 15:59

    Benefícios da uva para saúde

    Para um bom coração, um bom cacho de uva

    As uvas são conhecidas por serem um ótimo fruto para o coração. Isso porque, a uva aumenta o nível de óxido nítrico no sangue, que por sua vez irá reduzir a coagulação. Elas são ricas em antioxidantes que ajudam na redução do processo de oxidação do mau colesterol. Os antioxidantes presentes nessas lindas frutinhas roxas, verdes e rosadas possuem antioxidantes que inibem os danos que podem ser provocados por radicais livres, limpando assim as toxinas do sangue.

    Uva sua poderosa!

    A uva tem um alto teor de antioxidante o que faz ela ser considerada uma fruta anti câncer. Resveratrol encontrado na uva reduzir o metabolismo de células cancerígenas. A uva mostrou-se ser bastante eficaz em prevenir o câncer de mama. Proantocianidinas também são antioxidantes que são encontrados na uva e são eficazes contra o câncer. Eles ajudam contra o processo de oxidação causados ??por radicais livres. O câncer de próstata, câncer de pele e câncer de cólon são os outros tipos que podem ser prevenidas pelo consumo de uva.

    A uva previne o envelhecimento precoce, viva a uvinha!

    As uvas são uma fonte de vitamina C e antioxidantes, o que a torna uma fruta maravilha para a saúde da pele. Os antioxidantes presentes nas uvas podem evitar o processo de oxidação dos radicais livres, evitando assim o envelhecimento, rugas, Acne e manchas escuras podem ser prevenidas através do consumo de suco de uva. A Vitamina C melhora o processo de digestão, que, eventualmente, ajuda na eliminação de toxinas do corpo. Um corpo saudável reflete diretamente sobre a pele de uma pessoa, e podem trazer brilho a ela. As uvas são também anti-microbiana e anti-inflamatória, que ajuda na luta contra vários micróbios no corpo. A interleucina 6 (IL-6), interleucina-1 beta (IL-1B), e fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) são várias enzimas pro-inflamatórias que podem ser reduzidos através do consumo da uva.

    Sem falar no bem que ela faz quando sentimos aquela dorzinha de cabeça, faz bem consumir logo pela manhã. A acidez da fruta previne danos aos rins e fortalece seus incansável sistema imunológico.

    Consuma in natura, em doces e bolos.

    E que tal um suco integral para acompanhar ou substituir um lanche?

    Bora fazer?

    Suco de Uva Integral

    Ingredientes

    1 kg de uva preta

    1 litro de água

    Modo de Preparo

    Retire as uvas dos talos e lave bem. Coloque em uma panela com a água e leve ao fogo. Vai ficar uns 20 a 30 minutos, até a uva se partir. Espere esfriar e passe por uma peneira amassando com uma colher até tirar toda polpa da uva. Adoce a seu gosto e guarde em garrafas bem tampadas na geladeira.

    Dicas

    Utilize a Uva Rubi, mas todo mundo ama o sabor da uva preta, é mais adocicada e menos ácida.

    Se quiser você pode tomar puro , mas quem achar muito forte pode diluir com um pouco de água e adoçar.

    Dá para adoçar com açúcar, mel ou adoçante.

    • Receita de suco integral de uva Receita de suco integral de uva
  • terça-feira, 3 de janeiro de 2017 10:56

    10 benefícios dos ovos para a sua saúde

    Um ovinho tem em média 210 miligramas de colesterol. É bastante coisa. Porém, a quantidade de colesterol de um alimento não tem impacto direto sobre o colesterol no sangue.

    Os níveis de colesterol plasmático aumentam principalmente pelo consumo de gorduras saturadas, como a manteiga, a carne vermelha e os queijos amarelos. No caso dos ovos, isso não acontece através do consumo do próprio colesterol. Por tanto, comendo com moderação e consciência, o ovo em si não te deixa doente.

    Como falamos nesse texto, é sempre bom verificar a cor da gema do seu ovo. Segundo informações, quanto mais laranja, melhor foi alimentada a galinha que o botou, e isso altera totalmente na qualidade do seu alimento.

    Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar dos 10 benefícios dos ovos para a sua saúde!

    1) Para os olhos

    De acordo com um estudo, um ovo por dia pode prevenir degeneração ocular e cataratas devido ao conteúdo de carotenóides, especialmente a luteína e zeaxantina.

    2) Proteínas

    Um ovo contém 6 gramas de proteína de alta qualidade e todos os nove aminoácidos essenciais.

    3) Bom para o coração

    O consumo regular de ovos pode ajudar a prevenir coágulos sanguíneos, acidente vascular cerebral e ataques cardíacos .

    4) Bom para o sistema nervoso

    Uma gema tem cerca de 300 microgramas de colina. A colina é um nutriente importante que ajuda a regular o cérebro, sistema nervoso e sistema cardiovascular.

    5) Fonte boa de gordura

    Eles contêm o tipo certo de lipídio. Um ovo contém apenas 5 gramas de gordura e apenas 1,5 gramas de gordura saturada

    6) Vitamina D

    Os ovos são um dos únicos alimentos que contêm naturalmente a Vitamina D.

    7) Câncer de mama

    Os ovos podem prevenir o câncer de mama . Em um estudo, as mulheres que consumiram pelo menos seis ovos por semana reduziram o risco de câncer de mama em 44%.

    8) Unhas e cabelos lindos

    Ovos contribuem para cabelos e unhas saudáveis devido seu elevado teor de enxofre e grande variedade de vitaminas e minerais. Muitas pessoas acham que o cabelo cresce mais rápido após a adição de ovos à sua dieta, especialmente se eles foram anteriormente deficiente em alimentos que contenham enxofre ou B12.

    9) Para emagrecer e fortalecer os músculos

    O ovo contém propriedades que ajudam a emagrecer e, ao mesmo tempo, evitam um grande inimigo da beleza: a flacidez! O alimento - principalmente a clara - possui um aminoácido chamado leucina. Essa substância é muito usada por esportistas justamente por reduzir a perda de massa magra. Ou seja: faz com que a pessoa perca apenas gordura!

    10) São baratos

     

    Clique no link e confira 7 receitas com ovos:

    https://br.pinterest.com/pin/851672979502125639/

     

     

  • sexta-feira, 8 de abril de 2016 09:47

    Fritar ou cozinhar?

    Neste final de semana você vai cozinhar para seus amigos e família, mas têm dúvidas em relação a forma de preparo. Fritar ou cozinhar?

    Atualmente existe uma variedade de óleos e é tanta que fica difícil saber qual é o mais apropriado para usar em receitas e na culinária em geral. Tem óleo de canola, milho, soja, azeite, girassol, coco, entre muitos outros. Apesar de serem muito versáteis, é possível aproveitar melhor os nutrientes dos óleos usando a opção certa para determinada finalidade, seja para fritar, cozinhar, assar ou temperar saladas. Confira:

    ÓLEOS DE COZINHA: PRINCIPAIS DIFERENÇAS

    As principais diferenças entre os óleos são o tipo de gordura (poli-insaturada, monoinsaturada ou saturada), o tamanho da cadeia de ácidos graxos, que pode ser curta, média ou longa (quanto maior a cadeia, mais calórico é o óleo) e o ponto de fumaça, que é o momento em que o óleo começa a produzir substâncias tóxicas e as propriedades antioxidantes de cada um.

    As gorduras são essenciais para diversas funções importantes no organismo, mas é preciso ficar atento ao tipo de gordura e a quantidade consumida. As gorduras consideradas boas são as insaturadas, que podem ser as monoinsaturadas ou as poli-insaturadas, encontradas nos azeites, abacate, nozes e castanhas, óleos vegetais e peixes gordurosos, como o salmão. O consumo dos alimentos fontes de gordura insaturada está relacionado a menor risco de doenças cardiovasculares.

    As gorduras saturadas estão presentes em maior quantidade nos alimentos de origem animal, como as carnes (principalmente as vermelhas), ovos, leite e derivados. Em grande quantidade, a gordura saturada pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, por isso seu consumo deve ser limitado, evitando carnes com gordura aparente, frango com pele ou alimentos embutidos, como salsicha e linguiça. Portanto, embora considerada uma gordura ruim, apenas o excesso da gordura saturada traz prejuízos à saúde, como aumento do colesterol e do risco para problemas cardíacos.

    Já a gordura trans é obtida a partir da hidrogenação de óleos vegetais, mudando sua formação líquida para sólida. Esse processo é feito industrialmente e muito utilizado para melhorar a textura de alimentos e aumentar a duração dos produtos. A gordura trans está presente em alimentos como sorvete, biscoitos, salgadinhos e lasanhas congeladas. Seu consumo pode aumentar a gordura abdominal e elevar os níveis de colesterol, causando problemas a longo prazo.

    AZEITE E ÓLEO DE COCO

    As melhores opções para cozinhar é o azeite e o óleo de coco. Isso porque o azeite possui um ponto de fumaça superior e gera menos substâncias maléficas no calor, por mais que perca as propriedades antioxidantes com o aquecimento. Por isso ele é tão apropriado para temperar saladas. Uma vez que é utilizado com essa finalidade, não aquece e não perde suas propriedades antioxidantes. Já o óleo de coco é muito bom para cozinhar, principalmente por ser estável ao calor, capaz até de manter as suas propriedades antioxidantes mesmo quando submetido a elevadas temperaturas.

    Lembre-se: quando um óleo é aquecido, o mais importante é evitar que ele gere muitas substâncias tóxicas.

    ÓLEO DE SOJA, MILHO E GIRASSOL

    Os óleos de soja e milho não são muito recomendados, principalmente porque são extraídos de alimentos transgênicos. Já os óleos de girassol e de milho são considerados os piores óleos, sobretudo para o cozimento/fritura. Isso porque possuem maior quantidade de ácidos graxos poli-insaturados e, com isso, acabam produzindo muitos aldeídos e peróxidos, que são elementos tóxicos associados a doenças cardiovasculares e câncer.

    ÓLEO PARA FRITURA

    É importante esclarecer que nenhum óleo foi “feito” para fritar. Essa opção não é saudável e produz muitas substâncias tóxicas que degradam o alimento e provoca danos em quem consome. Porém, caso opte por essa forma de preparo esporadicamente, escolha o azeite de oliva, já que ele forma menos produtos tóxicos com o aquecimento e as suas substâncias produzidas no calor são menos nocivas que as de outros óleos.
    Vale lembrar que azeite é diferente do óleo composto. O azeite é puro, já o óleo composto é uma mistura com pouquíssimo azeite (5% aproximadamente) e muito óleo, como o de soja.

    E que tal uma receitinha para colocar em prática nosso aprendizado!

    Coxinha fit de batata-doce

    - 500 gramas de peito de frango cozido e desfiado.

    - 100 ml da água onde o frango foi cozinhado.


    - 2 tomates bem maduros.

    - 1 cebola grande.


    - 350 gramas de batata doce já assada.

    - sal rosa do Himalaia.


    - orégano, pimenta, outros temperos de sua preferência.


    - 1 ovo inteiro.

    - 2 dentes de alho.


    - 1 colher de óleo de coco ou outro óleo.

    - 3 colheres de farinha de linhaça dourada.


    - 2 colheres de sopa de farinha de amaranto.