• segunda-feira, 26 de junho de 2017 15:02

    Homeopatia e gestação

    A Homeopatia é uma especialidade médica que pode ser usada em qualquer idade e a qualquer momento da vida. Pode perfeitamente ser usado durante o pré-natal,além disso proporciona benefícios também ao bebê que está para nascer.

    A homeopatia visa acompanhar a gestante, de forma individualizada, durante o seu pré-natal e melhorar sua qualidade de vida . A medicação homeopática age de maneira eficaz e sem riscos durante a gravidez, não só aliviando sintomas, mas também prevenindo tendências de algumas doenças. Isso vale também para o bebê ainda no ventre da mãe.

    Na minha primeira gestação estava muito ansiosa, a homeopatia me ajudou a aliviar esse sintoma tão comum em mamães. Além da vontade de ver o rostinho da Kau, as mudanças no meu corpo me deixavam desconfortável. A homeopatia me ajudou.

    De acordo com a médica homeopata Ediléia Venzke Fischer, os sintomas como náuseas e vômitos, azia, alterações de sono,hemorroidas, constipação,ansiedade,depressão e outros podem ser reduzidos com a utilização da homeopatia.

    O tratamento pode ser realizado durante toda a gestação.

    E pode continuar no pós parto , inclusive o recém nascido poderá usar medicação homeopática, claro sempre com o cuidado de ser prescrito por Médico Homeopata.

  • sexta-feira, 23 de junho de 2017 11:22

    Primeiro mês de vida

    O primeiro mês de vida do bebê é uma mistura de sorrisos e cólicas.

    A minha primeira filha, Kauany, a cólica se misturava com sorrisos. Já a Melissa, minha segunda princesa, me mostrou a verdadeira face da cólica no primeiro mês de vida (período que durou até os três meses, mas isso é assunto para um próximo bate-papo).

    Alguns hormônios responsáveis pela maturidade do aparelho digestivo ainda não foram liberados, causando o desconforto. A alimentação da mãe que está amamentando afeta a saúde do bebê. Se for saudável, pode combater as cólicas.

    Para evitar cólicas, enquanto estiver amamentando, evite ingerir alimentos gordurosos, leite e derivados. Substitua por produtos similares à base de soja.

    Será que ela está sorrindo? Sim, está. Uma das marcas do primeiro mês de idade é o “sorriso social”.

    As minhas duas filhas possuem um largo sorriso social. As mamães amam arrancar sorrisos dos pequenos para eternizar em fotos cheias de amor.

    O bebê reconhece os mais próximos e reage às gracinhas. Isso também indica que o lado psíquico está se desenvolvendo no ritmo certo.

    A visão é cada vez mais nítida, pois ele passa a distinguir o mundo em 3D. O pescoço vai ficando mais durinho - o bebê consegue virar a cabeça quando ouve uma voz conhecida, por exemplo.
    É importante cuidar bem das datas das vacinas, porque delas depende a imunidade, que afeta o crescimento. Se adoecer, o desenvolvimento dele fica comprometido.

    O que marcou pra você no primeiro mês do seu bebê?

    Maternidade

    Amar é cuidar!

    Dicas e sugestões:

    franciele@jornalnoroeste.com.br

  • quinta-feira, 22 de junho de 2017 10:48

    Amor pra vida toda: recém nascido

    No comecinho de vida da Kauany seus olhos brilhavam sempre em minha direção, me encantava e dizia “Ela está olhando pra mamãe!”.

    Tudo ia bem até a ciência provar o contrário. Nesse comecinho de vida a visão é o menos desenvolvido dos cinco sentidos do bebê, afinal, ela não foi exigida durante o período da gestação. Ele enxerga tudo embaçado e não distingue o contorno do rosto da mãe ou de objetos distantes, pois é míope.

    Seu olhar é atraído apenas por cores e movimentos.

    Sim tudo isso. Mas eu ainda acredito que aquele olhar cheio de amor era pra mim. E uma prova disso é que Melissa veio ao mundo olhando fixamente pra mim (tenho certeza).

    Já a audição é bem definida, uma vez que o feto ouve a voz da mãe desde o quinto mês de gestação - consequentemente, logo nos três primeiros dias após o nascimento, o recém-nascido já pode reconhecê-la.
    E aquela tremidinha na barriga, quem nunca?

    E de repente o bebê começa soluçar e as avós correm colocar algo da cor vermelha para eliminar o incomodo.

    Os soluços são comuns: sinal de frio ou de que o bebê está engolindo ar enquanto mama. É importante colocá-lo para arrotar. A musculatura é pouco desenvolvida e os reflexos, involuntários.

    Neste primeiro mês, além de muitas descobertas para a mãe, reconhecendo esse pequeno ser alguns sustos irão surgir. Muitas vezes o bebê abre e balança os braços, como uma borboleta que bate as asas. São 28 dias em que ele vai praticamente dormir e mamar, enquanto seu corpinho ganha força e a visão do mundo vai ficando mais nítida.

    Especialistas indicam estimulantes visuais e sonoros. Móbiles coloridos e sonoros e conversas ao pé do ouvido ajudam o recém-nascido a desenvolver a visão.

    A loja Criança & Cia possui alguns itens que vão te ajudar nessa fase tão fofa. (https://www.facebook.com/criancaeciasantarosa/)

    Diga palavras positivas, como "Você é linda, amada e forte”.

    Mesmo sem entender, é um recado que fica registrado no inconsciente da criança.

    Amanhã vou falar sobre o primeiro mês dos nosso amores.

    Maternidade

    Amar é cuidar!

    Dicas e sugestões:

    franciele@jornalnoroeste.com.br

  • quarta-feira, 21 de junho de 2017 10:47

    Banho no bebê no inverno

    Se você é daqueles pais que morrem de pena de dar banho no bebê como eu e meu marido quando está frio e acham que não tem nenhum problema não dar banho de vez em quando, esqueça!

    Essa teoria é ultrapassada!

    Faça chuva ou faça sol nossos bebês devem tomar banhos diários. Inclusive, a cabeça precisa ser lavada todos os dias. O banho é muito importante principalmente para os bebês que usam fraldas.

    Algumas mamães dão banho diariamente nos pequenos com receio de assaduras.

    A Melissa, minha pequena, está com dez meses, mesmo com frio ela ama banho. A hora de retirar ela da banheira é que um desafio.

    Para evitar o sofrimento dos nossos amores durante esse inverno que promete ser gelado aqui no Sul, é tentar dar banho nos horários mais quentes do dia, perto da hora do almoço. O ideal é antes de alimentá-lo, caso contrário, o banho deve ser breve.

    A temperatura da água não deve ser muito quente, pois a pele do bebê resseca. Se o dia estiver gelado, uma boa dica para manter o bebê aquecido é colocar uma toalhinha molhada com água morna na barriga durante o banho. Essa técnica utilizei inúmeras vezes quando Mel era recém nascida. Paninhos brancos cobrindo aquele mini corpinho.

    Uma dica legal é durante o banho, deixar as portas e janelas do banheiro fechadas para não haver corrente de ar.

    Nós papais e mamães podemos facilmente perceber se a criança está com frio:as mãos e pés ficam roxos e a face pálida. Nesse caso, acelere o banho, enxugue bem e vista a criança o mais rápido possível, começando pela parte de cima para que o tórax fique aquecido.

    Seque bem o bebê antes de vesti-lo. Não deixe o cabelo molhado se for colocar uma touca. Bebês que possuem pouco cabelo facilitam esse processo, nesse caso as boinas e toucas são indispensáveis.

    Vale lembrar que perdemos muito calor pelas extremidades do corpo, portanto se estiver muito frio, após o banho coloque meias, luvas e touca no bebê, isso irá mantê-lo bem aquecido.

    É interessante separar todos os itens que você utilizará para o banho antes de começar. O banho segue o ritmo igual ao de outras estações. Após terminar o banho, não saia com o bebê pelado do local. Para evitar que o pequeno tenha um choque térmico, coloque a roupa básica dentro do lugar onde o banho foi realizado. Vista primeiro a camisetinha, para proteger o peito do seu bebê, e depois coloque a fralda. Nos outros ambientes coloque apenas as roupas de cima.

    Logo após o banho as extremidades do bebê podem ficar geladas, por isso, aqueça bem o pequeno com roupas a mais até que mãos e pés fiquem mornos. O banho pode ser feito uma vez ao dia e só o realize mais de uma vez caso o bebê se suje muito.

    E você mamãe tem alguma dica?

    Compartilhe o amor pela maternidade.

    Amar é cuidar.

    Contatos: franciele@jornalnoroeste.com.br

    facebook: https://www.facebook.com/blogdafrancimadril/?ref=aymt_homepage_panel