• terça-feira, 7 de maio de 2013 08:17

    Futebol profissional somente em 2015

    A notícia dando conta que o Juventus Atlético Clube não jogará a Terceirona de Futebol neste ano não é surpresa. O problema é dinheiro, ou melhor, a falta dele. O presidente do Clube, Adair Unfer, disse que não existe a menor possibilidade de buscar R$ 30 mil ou R$ 40 mil mensais para bancar jogadores de fora. E olha que custa bem mais, claro, depende da qualidade de cada um.
    Adair foi além, adiantando que o Juventus não participará também do campeonato do próximo ano, retornando apenas em 2015. A ideia seria formar um elenco com jogadores pratas-da-casa. Ou seja, essa gurizada que treina atualmente no Estádio Carlos Denardin receberá a grande chance daqui a dois anos.
    As categorias de base do Juventus reúnem hoje cerca de 200 meninos; muitos deles devem ser aproveitados em um futuro bem próximo. Um time local, barato, e jogando com garra e amor à camiseta. Vem aí um Juventus identificado com a torcida e com a região.

  • quarta-feira, 1 de maio de 2013 08:56

    Golaço da Solidariedade

    Parabéns ao Rotary Club Santa Rosa Cruzeiro pela iniciativa de organizar
    um evento de tamanha importância, especialmente para os mais
    necessitados. Em um mundo de tantas desigualdades sociais, atitude como
    esta merece um reconhecimento especial.

    O Gre-Nal Solidário teve ótima aceitação da comunidade local, de vários
    segmentos. O placar do jogo, ou melhor, dos jogos, pouco importa (o
    Grêmio venceu por 44 x 38); O verdadeiro placar, e este
    foi goleada, teve como resultado a arrecadação de 1.882 Kg de alimentos,
    distribuídos pelo Rotary Cruzeiro, ainda no domingo, a entidades
    assistenciais de Santa Rosa.

    Ao Éverson Dornelles, presidente do Rotary Club Santa Rosa Cruzeiro, e
    seu time de colaboradores, que esta ideia seja mantida e aprimorada para
    o próximo ano e que possamos todos juntos diminuir o sofrimento de quem
    tanto precisa de nós...

    Sobre o futebol apresentado pelos “atletas”... bem, a grama e a bola
    atrapalharam um pouco... O campo parecia interminável... Menos mal que o
    SAMU estava por perto.

  • quinta-feira, 25 de abril de 2013 10:49

    Fernando Braz

    O trabalho realizado nas categorias de base em Santa Rosa surge com força total. Somente no Estádio Carlos Denardin, onde funciona a Escolinha do Juventus Atlético Clube, já são mais de 200 meninos inscritos.

    Além do Juventus, outras escolinhas estão com atividades semanais.

    Podemos citar a Escolinha Superação, ligada ao Comercial do Bairro Cruzeiro, que atende crianças carentes aos sábados pela manhã, com participação sem custo de inscrição e mensalidade; Escolinha do SEST/SENAT/ASE/FEMA; Escolinha do professor Redêncio Welter e do árbitro Jairo Beal, e Escolinha do Grêmio de Porto Alegre.

    Preciso citar também a Escolinha do Polivalente, com treinos realizados aos sábados à tarde. O responsável pelos trabalhos é o acadêmico de educação física, Fernando Braz. Trata-se de um jovem talentoso, simples e extremamente educado. É uma unanimidade perante pais e responsáveis. Há quem diga que deveria surgir algo do tipo “Escolinha do professor Fernando”, tamanha é sua aceitação.

    Mesmo no início de carreira os resultados obtidos em disputas regionais já demonstram que o futuro é promissor. Fernando tem convicção do que faz. As conquistas recentes indicam que está no caminho certo.

  • terça-feira, 23 de abril de 2013 11:53

    Meta cumprida

    Marcos Knorst, um dos responsáveis pela
    Escolinha do Juventus Atlético Clube, informou que a meta estabelecida
    de conseguir 200 meninos inscritos foi cumprida. O número foi alcançado
    no início desta semana. O novo objetivo agora é chegar a 250 inscritos.

    Tabelinha:

    Categoria 1998 - 44 inscritos

    Categoria 1999 - 50 inscritos

    Categorias 2001, 2002 e 2003 - turno da manhã - 36

    Categorias 2001, 2002 e 2003 - turno da tarde - 43

    Categorias 2004, 2005 e 2006 - 29

    Total de inscritos - 202

    O número é satisfatório, tanto que enche de entusiasmo quem trabalha e
    convive diariamente no Estádio Municipal Carlos Denardin. Marcão
    explicou que muitos garotos disputam competições importantes, como a
    Copa Dunga, em Ijuí, e a Copa Butiá, em Giruá. Outros eventos de bom
    nível virão e todos precisam estar preparados para não desperdiçar a
    chance de mostrar o seu talento.

    Para os pais, vale todo esforço em buscar, levar e custear os gastos que
    vão aparecendo pelo caminho. Se serão jogadores de futebol é outra
    história, é também, coisa do destino. O que deve ser levado em conta é
    que nossos filhos estão em boas mãos, mesmo fora de casa.