• terça-feira, 14 de março de 2017 08:08

    Arroz integral com vinho tinto e frutas secas

    O arroz integral caiu no gosto do brasileiro, principalmente pelo alto valor nutritivo do grão e por ser mais rico em fibras, proteínas e minerais do que o arroz branco.

    Recebi essa receita sugerida pela Fritz & Frida, gostei muito e quero compartilhar.

    A Fritz & Frida escolheu o arroz integral para um prato saboroso e curioso, com acréscimo de vinho tinto, oleaginosas e frutas secas. Bom apetite!

    Arroz integral com vinho tinto e frutas secas

    Ingredientes:

    1 xícara (chá) de arroz integral

    3 xícaras (chá) de vinho tinto seco

    ½ cebola bem picada

    2 colheres (sopa) de azeite de oliva

    2 colheres (sopa) de castanha de caju sem sal picadas

    2 colheres (sopa) de amêndoas sem sal picadas

    2 colheres (sopa) de nozes picadas

    6 damascos cortados em fatias

    4 figos secos cortados em fatias

    Sal e pimenta a gosto

     

    Modo de preparo:

    Aqueça uma panela e refogue a cebola em uma colher de azeite.

    Junte o arroz, tempere com sal e adicione o vinho. Deixe cozinhar com a tampa da panela entreaberta por cerca de 40 minutos ou até o arroz ficar cozido.

    Se necessário, coloque mais uma xícara de água.

    Em uma frigideira, doure no azeite as castanhas, as amêndoas e as nozes picadas.

    Quando o arroz estiver pronto, desligue o fogo e junte o refogado de nozes. Adicione o damasco e o figo.

    Verifique o tempero, decore e sirva.

  • quinta-feira, 2 de março de 2017 14:00

    Torta de frango de massa podre

    Essa receita é super fácil de preparar e deliciosa!

    Já tem um tempo que não a preparo, mas hoje lembrei e será a janta. A noite quero prepará-la e lembrei em compartilhar com vocês, de repente desperte aí aquela vontadinha também!

     

     

    Massa:

    · 4 xícaras de farinha de trigo sem fermento

    · 3 gemas de ovo

    · 3 tabletes de margarina (em um pacote use 3/4 - 300 g)

    · 1 colher de fermento em pó

    · 1 colherinha de sal

     

    Recheio:

    · 1 peito de frango temperado, cozido e desfiado

    · Salsa picada a gosto

    · 100 g de catupiry

    · 1 caixinha de creme de leite

    Caso queira poderá incrementar o recheio com milho, ervilha e azeitonas.

     

    Modo de preparo

    Misture os ingredientes secos em um recipiente fundo.

    Misture o restante dos ingrediente com as mãos e reserve tampando com uma toalha de mesa por uns 15 a 20 minutos.

     

    Recheio:

    Em uma tigela, misture o frango, a salsa, o catupiry, o creme de leite

    Em uma forma retangular de alumínio com o fundo falso, forre o fundo e as laterais. O que sobrar será feito a tampa da torta. Depois do recheio pronto e colocado onde foi forrado, abra a massa da seguinte forma: abra um saquinho transparente de supermercado, aqueles que usamos pra colocar as verduras, frutas. Coloque a massa em cima e em cima da massa outro saquinho transparente. Abra com um rolo.

    Esse processo tem que ser assim porque a massa é chamada de massa podre, tipo de empada.

    Se abrir de outra forma ela quebra todinha. Com a massa aberta tire o saquinho de cima e tampe a torta. Retire o excesso que sobrar nas laterais.

    Com a sobra pode enfeitar em cima. Coloque no forno pré-aquecido por uns 20 minutos.

    Passe gema de ovo em cima da torta para dar uma aparência brilhosa quase no fim da espera do tempo estimado.

     

    PS: Adoro mexer nas receitas, meus filhos sempre brincam dizendo que nunca sai uma igual a outra... Aqui também fica muito bom refogar o frango com pimentão, cebola e alho, acrescentar por último a salsinha e cebolinha verde...

    um queijo picadinho para colocar em cima do receheio para derreter no forno antes de cobrir com a massa fica ótimo... hummm

  • sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 14:33

    Voltando a rotina...

    Sim, fim de férias da escola, crianças voltando às aulas e tudo voltando ao seu ritmo normal...
    A escolha do cardápio de hoje foi de Suflê de frango e espinafre, prático, gostoso e saudável, mais uma saladinha para acompanhar, perfeito!

    Ingredientes:
    500gr de filézinho de frango, cozido e desfiado ( prefiro refogá-lo)
    Molho béchamel

    ½ cebola
    1 folha de louro
    2 cravos da Índia
    1 colher (sopa) de manteiga sem sal
    2 colheres (sopa) de farinha de trigo
    ½ litro de leite integral frio
    Sal e pimenta do reino a gosto
    Noz moscada ralada na hora a gosto
    4 gemas
    2 xícaras (chá) de espinafre picado bem fininho
    1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado grosso
    6 claras
    1 colher (sopa) de manteiga sem sal
    Sal a gosto
    ½ xícara (chá) de farinha de rosca para untar


    Modo de preparo
    Para o molho béchamel, faça um corte na cebola e encaixe a folha de louro, em seguida espete os dois cravos.
    Coloque a manteiga em uma panela e leve ao fogo. Quando derreter, junte a farinha de trigo e mexa por 30 segundos.
    Em fogo médio-baixo, adicione o leite frio, aos poucos, mexendo sempre para não formar grumos.
    Quando encorporar todo o leite, adicione a cebola com louro e os cravos.
    Diminua o fogo e cozinhe por aproximadamente 15 minutos, mexendo sempre para o molho não grudar no fundo da panela. Tempere com sal, pimenta e noz moscada. Retire a cebola com o louro e os cravos do molho.
    Misture as gemas, os espinafre picado e o queijo ao molho béchamel morno.
    Na batedeira, bara as 6 claras em neve. Quando estiverem quase firmes adicione uma pitada de sal.
    Misture, com muito cuidado para não perder o volume, as claras em neve com o creme de espinafre.
    Unte uma forma de cerâmica grande (ou algumas individuais) com manteiga e polvilhe a farinha de rosca, formando uma fina camada.
    Preaqueça o forno a 200°C e asse por aproximadamente 20 minutos. Nunca abra o forno antes do tempo, pois o suflê irá desmoronas. Este prato deve ser servido imediatamente, após ficar pronto.

  • quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017 11:18

    Saúde dos cabelos X Mega hair

    Sabe-se que o desejo de 8 em cada 10 mulheres é ter mais cabelos, mais em sentido de comprimento e de quantidade. E como alcançar este “sonho” e manter a saúde do couro cabeludo e dos fios de cabelos?

    O desejo de ter mais cabelos deve vir acompanhado de uma grande disciplina, pois os vários métodos de alongamento e preenchimento dos fios que existem não são milagrosos. Dentre eles os mais populares são:

    - Mega hair de queratina:

    Nesta técnica usamos queratina em bastão para criar tufos de cabelos que serão posteriormente colocados junto às madeixas das clientes. Estes tufos devem ter proporção fina para que a queratina não machuque o couro cabeludo, ocasionando assim feridas ou até mesmo se for muito pesado pode ocasionar a queda da mecha levando com ele o cabelo natural.

    Se feito por um profissional competente e que segue à risca as indicações de manuseio e aplicação, esta é a melhor técnica a ser aplicada.

    - Mega hair de rede:

    Este apresenta uma rede, que é costurada (nó italiano) com os próprios cabelos da cliente, próximo ao couro cabeludo. Esta rede é feita de tecido e é aí que começam as complicações, o mesmo se não asseado com cuidado pode gerar fungos no couro cabeludo, se não for seco corretamente pode “apodrecer a haste” parte externa do fio de cabelo.

    - Mega hair de tic - tac:

    Este pode ser tirado e colocado quando a cliente desejar. Iisto pode ser feito por ela mesma em casa. Esta técnica é vista como uma das mais práticas, porém se não for bem colocada pode trazer constrangimento ao cair ou desprender durante uma ocasião especial.

    - Mega hair de adesivo:

    Um dos últimos lançamentos realizados pela indústria de cabelos, porém ainda necessita de aperfeiçoamentos e especialização de profissionais, pois o mesmo exige bastante maestria, assim como, o de queratina para ser aplicado no cabelo da cliente. Tem como ponto negativo que pode ficar aparente e ainda existem adesivos que não aderem aos fios naturais aumentando assim a queda dos fios postiços com maior facilidade.

    Mitos e Verdades:

    Mega hair afina cabelo?

    Não, pelo contrário ele serve para dar mais preenchimento e comprimento para as madeixas. O que afina o cabelo é a falta de cuidado, não é só colocar e sair batendo cabelo por aí.

    Tem que ser rica para ter mega hair?

    Não, apenas você deve ter um profissional que te passe as instruções corretas e não se aproveite da técnica para “usurpar” dinheiro de suas clientes.

    Tenho que viver no salão?

    Não, pois se você for bem instruída pelo profissional, você vai saber cuidar do seu cabelo direitinho.

    Qual o tempo de manutenção?

    Depende do crescimento do teu fio de cabelo e da técnica usada, geralmente em torno de 3 a 4 meses.

    Ao retirar o cabelo quebra?

    Não, neste momento o profissional deve usar mão de seu conhecimento na técnica e fazer tudo direitinho que não quebrará os fios naturais.

    Devo fazer hidratação?

    Sim, pois todo cabelo tanto o seu como o do mega, merece este cuidado com a frequência de 30 dias pelo menos.

    Lembrando que você também é responsável pelo seu cabelo, não só o profissional, se tiverem mais dúvidas ou perguntas curtam a página Jeferson Scherer HairStyle, link:https://www.facebook.com/JefersonSchererHairStyle/e mande inbox ou por whatsApp (você encontra o número na página do salão). Beijo no coração e até a próxima!!!!