• sexta-feira, 4 de novembro de 2016 08:32

    Hidratação Cabelo e Corpo

    Por Jeferson Scherer

    Como falar de hidratação, sem falar em água (H²O), substância que compõem a maior parte da nossa massa corporal, nutriente fundamental para o equilíbrio da nossa circulação sanguínea e da homeostase térmica (controle da temperatura do corpo humano).

    Portanto, falar de hidratação vai muito além do uso de cremes na pele e nos cabelos, devemos ter a consciência de que nesta época do ano nosso corpo começa a pedir mais água (sede). Daí vem à indicação de dois a três litros de água por dia, para não desidratarmos e sofrermos as consequências desta desestabilização.

    Hoje vamos descrever a falta de hidratação na pele e no cabelo, as principais e primeiras características podem ser percebidas quando a pele começar a apresentar uma descamação suave, ganhando aspecto mais rígido, perda de textura, da elasticidade e do viço. Este tipo de pele é classificada como seca, para evitarmos isso podemos lançar mão do uso de hidratantes externos como cremes, loções, óleos corporais, brumas ...

    Quando compostas por amêndoas, castanhas, cacau, cupuaçu, aloe vera, são consideradas altamente higroscópica, (atraem partículas de água) dando a pele efeito sensorial macio e sedoso momentaneamente, exigindo um uso frequente para que tenhamos um resultado satisfatório.

    O ideal para contermos estes primeiros sintomas é procurar um profissional, dermatologista, esteticista ou fisioterapeuta dermatofuncional e fazer uma super hidratação, com cosméticos apropriados e com indicações e composição mais apropriada a cada caso.

    Além, do nosso companheiro diário o filtro solar, ele evita que nossa pele fique exposta aos raios UVA e UVB que podem causar queimaduras em nossa pele, levando a insolações e desidratações severas.

    Já o cabelo sofre muito também em função da temperatura que só tende a subir nesta época do ano, são amarrados em coques com qualquer atilho, presilha, borrachinha, que é encontrada pelo caminho. Nesta época o cabelo tente a ficar mais loiro e isso traz como consequência uma desidratação do fio, tornando-o mais áspero (poroso). Podemos também usar xampus, condicionadores, leave in, máscara de hidratação e ampolas. Porém, o uso também deve ser contínuo, conforme a indicação de um profissional ou a leitura do rótulo do produto.

    Hoje existem para os cabelos vários tratamentos que podem ser usados nesta temporada, como: queratinização, SOS, botox e selagens. Estes procedimentos feitos por profissionais competentes e com experiência dão ao cabelo emoliência, suavidade, brilho, redução de volume e balanço, deixando suas madeixas loiras, escuras, naturais ou coloridas com aspecto luminoso e radiante.

    Ainda podemos sinalizar a importância da nossa alimentação, priorizando legumes, verduras e frutas que tem alta concentração de água.

    Espero que as dicas possam ter ajudado. Nunca esqueçam, a quantidade de água deve ser ingerida ao longo do dia e não de uma vez só. Quanto aos cremes para a hidratação da pele e do cabelo devem ser usados continuamente para um resultado satisfatório.

    Beijo no coração e até o próximo assunto que será, PENTEADOS E MAKES PARA AS FESTAS DE FIM DE ANO!!!!

  • quinta-feira, 20 de outubro de 2016 09:16

    Workshop

    Quer conhecer os segredos para cuidar de suas sobrancelhas? Então você não pode perder!

    Inscrição gratuita!

    Vagas limitas, será no dia 24 de outubro às 19h e 15 min, no Senac-Santa Rosa.

    Palestrante: Jeferson Scherer.

  • terça-feira, 18 de outubro de 2016 15:34

    III Dançando na Escola

    E mais uma vez a dança ganha espaço para mostrar todo seu talento!

    Todos os amantes da DANÇA estão convidados e aguardados para prestigiar este evento.

    Workshop com Arthur dos Santos, Dudu Alcântara e Augusto Follmann.

    Tosos os grupos que participarão da Mostra de Dança Liminha serão bem vindos!

  • quinta-feira, 13 de outubro de 2016 17:49

    Dicas de alimentação saudável para o dia das crianças

    Se a alimentação é fundamental para a saúde dos adultos, imagine para uma criança? Em fase de crescimento, elas precisam muito de nutrientes para que se desenvolvam saudáveis e fortes. Aí vão algumas dicas para as crianças aprenderem desde pequenas a ter uma alimentação saudável:

    • Mostre ao pequeno que há um mundo de cores muito além daquela mesa de balas presente nas festas infantis. Então,ir a feira ou ao supermercado pode ser um bom programa. Deixe tocar, pegar, pedir para comprar isso ou aquilo.
    • Crianças que participam do preparo das refeições aceitam melhor os alimentos! Então, reserve um dia para que seu filho prepare um prato, sinta o alimento.
    • Capriche no colorido e nas formas. Deixe a comida bem colorida e crie formas divertidas para os legumes e verduras. Decore o prato de um jeito bem divertido.
    • Com criatividade, é possível preparar os alimentos de forma diferente e oferecer algo que possa agradar aos pequenos. Por isso, não tenha medo de inovar!
    • Tenha em casa sempre uma grande variedade de alimentos naturais e o mínimo possível de industrializados! Apenas com essa atitude você está garantindo muito mais saúde para seu filho!

    Nutricionista CRN 12531D

    Clínica São Matheus 3512-2288/ 8112-1446