HomeAgricultura segunda-feira, 26 de junho de 2017 07:45

Extensionista da Emater recebe prêmio no Chile

Claudete Minetto foi a vencedora na categoria "Jóvenes en Acción” do segundo Concurso de Boas Práticas em Agricultura Familiar, que foi promovido pelo Fida Mercosur.

Na quinta-feira, 22, a tecnóloga em Desenvolvimento Rural, Marita Claudete Minetto, da Unidade de Cooperativismo da Emater/RS-Ascar, em Santa Rosa, foi a vencedora na categoria "Jóvenes en Acción” do segundo Concurso de Boas Práticas em Agricultura Familiar, que foi promovido pelo Fida Mercosur. A solenidade de entrega da premiação ocorreu durante a Primeira Conferência Regional de Agricultura Familiar e a XXVI REAF, que aconteceu na cidade de Olmué, no Chile.

O trabalho vencedor tem como título “Ações de incentivo à produção de alimentos orgânicos como forma de estímulo à permanência dos jovens nas propriedades da agricultura familiar” e aborda a experiência desenvolvida com jovens e a produção orgânica de alimentos. Segundo Marita, este é um trabalho que tem potencial para ser expandido porque melhora a qualidade de vida de todos, produtores e consumidores. “Eu acho que isso é uma boa experiência que vem para amenizar um problema nas zonas rurais, que é a ausência de juventude no campo.”

Durante a solenidade de entrega da premiação cada um dos oito ganhadores do concurso fez um breve relato sobre o foco do trabalho apresentado e logo após foi entregue o Certificado pelas autoridades presentes. Esteve representando o Brasil o secretário nacional de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, José Henrique Roseno, e o chefe da Coordenação Geral de Cooperação Internacional, Hur Ben Correa da Silva.

O objetivo do concurso é compartilhar experiências de boas práticas que tenham tido um impacto significativo em benefício de seus protagonistas, das comunidades e da agricultura familiar como uma alternativa viável, conveniente e sustentável.

 

Faça seu comentário

Comentários
  • Elise de Moura Rosa quinta-feira, 29 de junho de 2017 13:24

    Parabéns Colega Marita. Essas iniciativas são primordiais para a garantia e continuidade da agricultara familiar.