HomeAgricultura quinta-feira, 6 de julho de 2017 09:11

Juventude rural foi tema de capacitação de extensionistas em Santa Rosa

Uma das ações será junto aos grupos de mães, dentro da proposta de refletir, planejar e entender o jovem rural como sujeito de direito, suas particularidades e inserção no contexto familiar.

Extensionistas das microrregiões Fronteira Noroeste e Missões, da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, debateram as potencialidades e estratégias no trabalho com os jovens rurais e pactuaram ações para esse público, durante capacitação realizada no Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson, na terça-feira (29/06). Uma das ações será junto aos grupos de mães, dentro da proposta de refletir, planejar e entender o jovem rural como sujeito de direito, suas particularidades e inserção no contexto familiar.

A capacitação teve início com uma apresentação dos princípios orientadores da ação extensionista de assistência técnica e extensão rural social para o trabalho com juventude rural, feita pela coordenadora de Juventude Rural, Gênero e Educação Ambiental da Emater/RS-Ascar, Clarice Vaz Bock. Após, o papel do extensionista frente ao trabalho com os jovens rurais foi tratado pela psicóloga da Emater/RS-Ascar, Camila Conte.

No período da tarde, o contexto dos jovens rurais foi apresentado pela assistente técnica de Bem-Estar Social do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, Lisete Primaz. De acordo com Lisete, dados do IBGE de 2010 mostram que a população dos 45 municípios das duas microrregiões é de 138.001 habitantes rurais. “Destes, 25.465 são jovens rurais, ou seja, correspondem a aproximadamente 18,45% do total da população do campo, mostrando que estão presentes. A resposta que precisamos obter é por que esses jovens permanecem nas propriedades para que, desta forma, se possa dar visibilidade para os que ficam e inspirar outros jovens a fazer o mesmo, de modo que a decisão de ficar ou sair seja mais consciente”, disse Lisete.

“Grande parte desse resultado com os jovens rurais tem origem no envolvimento com esse público na década de 1980, quando existia a mesma reflexão que os jovens apontam na atualidade e a Emater/RS-Ascar fortificava suas ações junto a eles”, apontou o assistente técnico de Sistemas de Produção Animal do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, Jorge Lunardi.

O evento contou com a presença do coordenador de programas da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Ernesto Ivo de Lima, que destacou a parceria entre as duas instituições na promoção da qualidade de vida dos agricultores. “É preciso reconhecer que o trabalho e a luta realizados são motivações para que possamos continuar trabalhando de forma uniforme para o desenvolvimento da agricultura familiar”, disse Lima.

O gerente regional adjunto de Santa Rosa, José Vanderlei B. Waschburger, salientou a importância da capacitação dos extensionistas. “É uma oportunidade de crescimento diferenciado para nossa Instituição, além auxiliar no aperfeiçoamento dos extensionista para desenvolver este trabalho de liderança nos municípios.”

Também participaram da atividade a representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Marieli Ropke e a monitora de aprendizagem da Casa Familiar Rural de Santo Cristo, zootecnista Tatiane Cavalli.

Faça seu comentário