HomeAgricultura terça-feira, 19 de setembro de 2017 08:07

Reuniões de secagem e armazenagem de grãos são promovidas

Instituição trabalha intensamente na divulgação da importância da secagem e armazenagem nas propriedades rurais.

Trabalhar com a secagem e armazenagem nas propriedades tem um significado especial para agricultura familiar por gerar diversas vantagens, como reduzir riscos de perdas, manter a conservação e a qualidade do produto, garantir diferencial nos preços na safra e entressafra e permitir maior autonomia do produtor, uma vez que diminui a dependência externa. Diante disso, na região de Santa Rosa, a Emater/RS-Ascar realizou reuniões técnicas com agricultores sobre secagem e armazenagens de grãos nos municípios de São Pedro do Butiá, Alecrim e São Nicolau.

De acordo com o assistente técnico regional de manejo de recursos naturais da Emater/RS-Ascar, Fernando Dorneles Fagundes, a Instituição trabalha intensamente na divulgação da importância da secagem e armazenagem nas propriedades rurais. “Com isso, conseguimos ótimos resultados, principalmente da adoção dessa tecnologia nas propriedades das regiões Noroeste e Missões”, ressalta Fagundes.

Durante a reunião técnica foi destacado também a importância do uso de energia limpa, da manutenção da qualidade dos grãos, assim como os aspectos construtivos, de manejo e de operação do sistema. Inserido nesta proposta de energia limpa, não é utilizado fogo, usa-se a energia solar em alguns momentos e, em grande parte, o ar do ambiente.

O sistema surge num contexto em que a exigência pela qualidade do produto tem sido cada vez maior no momento de comercialização dos produtos agrícolas. Essa estrutura pode ser aproveitada para a secagem e armazenagem de diferentes produtos, como milho, soja, trigo, feijão, aveia e sorgo, entre outros.

Faça seu comentário