HomeEconomia sexta-feira, 29 de dezembro de 2017 08:37

Estudo indica que setor varejista acredita em melhora

Em relação aos últimos seis meses, percebeu-se um elevado grau de pessimismo na economia brasileira, setor de atividade e empresa

Uma pesquisa realizada pela Unijuí de Santa Rosa, com uma amostra de 294 empresas do setor varejista da cidade, apontou um resultado a partir de uma escala para os próximos meses em relação à economia brasileira, setor de atividade e para a própria empresa.

Os setores pesquisados foram: informática, papelaria, supermercados e mercados, veículos e peças, bazar, presentes e decorações, móveis e eletroeletrônicos, tecidos, vestuário e calçados, combustíveis e lubrificantes, farmácias e perfumaria, ótica, relojoaria e bijuterias, matérias de construção e ferragens.

Em relação aos últimos seis meses, percebeu-se um elevado grau de pessimismo na economia brasileira, setor de atividade e empresa. Visto que para 31,3% avaliam que houve uma piora acentuada na economia. Já em relação ao setor de Atividade 27,7% acreditam em estabilidade e para os negócios da empresa os números mostram que 41% indicam que houve estabilidade.

Para os próximos seis meses, constata-se um elevado grau de otimismo na medida em que os resultados mostram que os empresários acreditam na melhora tanto da economia, do setor e da empresa.

Em relação à economia, 50,3% acreditam em melhora, 19,3% em melhora acentuada e 13,6% em estabilidade. Para o setor de atividade 51,2% apostam na melhora, 18,3% melhora acentuada e 17,3% em estabilidade. Quanto a sua empresa, 78% acreditam em melhora e 19,7% em melhora acentuada.

De acordo com o professor Ariosto Sparemberger é evidente que havendo uma análise positiva por parte dos empresários, pode-se entender que há uma tendência favorável para aumentar o investimento em seu negócio, melhorando a apresentação do ambiente, adquirindo equipamentos e realizando contratação de pessoal para atender o esperado crescimento na demanda.

Faça seu comentário