HomeEconomia sexta-feira, 27 de outubro de 2017 08:42

Mercado de trabalho com superávit neste ano

Das quatro cidades avaliadas, Santa Rosa, Porto Mauá e Tucunduva têm saldo positivo e apenas Tuparendi encerrou com saldo negativo.

O saldo de empregos encerra de maneira promissora na maioria das cidades da região Noroeste, no período de janeiro a setembro deste ano. Das quatro cidades avaliadas, Santa Rosa, Porto Mauá e Tucunduva têm saldo positivo e apenas Tuparendi encerrou com saldo negativo.

Só em Santa Rosa foram 6.149 admissões contra 5.835 demissões em 4.792 estabelecimentos, gerando um superávit de 314 vagas. Dos setores que mais empregaram, as vagas gerais alcançaram um total de 314, seguida pelo setor industrial que gerou 227 vagas. O comércio continua em queda, demitiu 1.831 pessoas e realizou 1.747 contratações. Em relação ao mesmo período do ano anterior, que encerrou com uma margem negativa de 114 vagas, o superávit foi de 204 vagas.

Tuparendi preocupa em relação à criação de empregos. A cidade encerrou o período com um total negativo de nove vagas, com 232 admissões para 241 demissões em 418 estabelecimentos. Nenhuma vaga foi adicionada, e com exceção dos serviços industriais e da agropecuária, caça e pesca, todos os outros setores encerraram setembro com uma margem negativa. No mesmo período do ano anterior, onde não havia nenhuma vaga disponível, a cidade teve um déficit de nove vagas.

Tucunduva segue avançando. De janeiro a setembro a cidade teve 222 admissões contra 191 demissões em 392 estabelecimentos, gerando um superávit de 31 vagas. O setor com maior crescimento foi o que se encaixa nas vagas gerais, 31, seguido pela indústria com 22. Os setores de construção civil, bem como o de agropecuária, caça e pesca, encerraram com uma e duas vagas negativas respectivamente. Houve uma queda em relação ao ano anterior, onde a cidade encerrou o período com uma variação de 40 vagas.

Mesmo com declínio em relação ao mesmo período do ano anterior, onde o superávit foi de cinco vagas, Porto Mauá segue com saldo positivo. A cidade teve 21 admissões contra 20 demissões em 126 estabelecimentos, gerando um superávit de uma vaga. Assim como Santa Rosa, as vagas gerais tem o maior crescimento e comércio está em declínio.

A diretora do SINE/FGTAS em Santa Rosa, Adriana Thomas Leal, afirma que estão disponíveis no momento 44 vagas de trabalho, em setores variados. Para concorrer às vagas é necessário a efetuação de cadastro.

Faça seu comentário