HomeEconomia sexta-feira, 10 de novembro de 2017 08:00

Santa Rosa sofre queda de IPM

Mesmo com a redução a cidade fica na 39ª posição no ranking gaúcho.

Em 2018, Santa Rosa terá queda de 7,58% em seu IMP, Índice de Participação dos Municípios, em relação ao ano de 2017, mas ainda segue bem colocada no ran-king estadual. Isso se dá devido à crise que atingiu as indústrias de segmento metal mecânico, que vendem menos e acabam gerando menores valores.

Apurado pela Receita Federal, o IPM leva em consideração o comportamento médio da economia local nos últimos anos e indica como o estado irá repassar cerca de R$ 8,26 bilhões entre as prefeituras. Os números definitivos, relativos às 497 cidades gaúchas, foram divulgados pela Secretaria Estadual da Fazenda no dia 25 de setembro.

Na região de municípios da Fronteira Noroeste, Santa Rosa ocupa a melhor posição no ranking, Tuparendi, com variação de 2,64% fica na 7ª posição, Tucunduva, com 1,32%, na 11ª e Porto Mauá, com menor desempenho e variação de 8,56%, em 19ª posição. Já no ranking estadual as cidades ficam respectivamente na 39ª, 199ª, 261ª e 478ª posições.

Em números absolutos, o valor que Santa Rosa receberia em 2018 seria de R$ 39.640.977,22, Tuparendi ficaria com o montante de R$ 7.646.148,96, Tucunduva com R$ 5.746.223,85 e Porto Mauá com R$ 2.640.290,93.

 

Faça seu comentário