HomeFenasoja 2018 sábado, 5 de maio de 2018 22:21

Elias Dallalba presidirá a Fenasoja 2020

Ao seu lado, foi anunciado o auditor trabalhista Rogério Ferreira como vice-presidente. Elias e Rogério darão sequencia ao trabalho do atual presidente da feira, Alexandre Maronez.

Como já é tradição na Fenasoja, a feira anunciou na manhã deste sábado, 05 de maio, o presidente e vice para a próxima edição. O empresário Elias Dallalba presidirá a feira em 2020, e ao seu lado, foi anunciado o auditor trabalhista Rogério Ferreira como vice-presidente. Elias e Rogério darão sequencia ao trabalho do atual presidente da feira, Alexandre Maronez.

O anúncio ocorreu no Centro Administrativo do Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson, e reuniu expositores, patrocinadores e a imprensa local. Durante o ato foram apresentados os números parciais de uma pesquisa realizada pela Fundação Educacional Machado de Assis, que ouviu expositores e o público. Dados apresentados mostram o que mais de 90% estão satisfeitos com a feira. "Um dos exemplos de satisfação é a aprovação da internet wi-fi do parque, onde 60% do público aprovou a melhoria", afirmou o professor da Fema, Jonas Bordim, responsável pela pesquisa.

Em seu pronunciamento o presidente da Fenasoja 2018 Alexandre Maronez, afirmou estar muitofeliz com os resultados da feira. "Os números da pesquisa comprovam a satisfação do público. O clima colaborou, e a Fenasoja está em pleno êxito", reiterou. Ainda no ato, Alexandre entregou ao prefeito Alcides Vicini uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, em reconhecimento a dedicação que sempre teve com a feira.

O presidente da Fenasoja 2020, Elis Dallalba ao assumir o cargo, lembrou de todo o trabalho voluntário que é realizado. "A feira é feita por pessoas. Na próxima edição queremos valorizar ainda mais os expositores e o público, propiciando bons negócios, o que já é marca da Fenasoja e queremos impulsionar", destacou. Elias ainda agradeceu todo o apoio que teve da Comissão. "É um lindo trabalho, que seguirá, sempre com o empenho de todos", afirmou.

Faça seu comentário