HomeGeral sexta-feira, 6 de abril de 2018 15:45

Projeto Família Acolhedora já beneficia cinco crianças

O projeto busca lares voluntários que recebam crianças e adolescentes que foram retirados de seus lares para que possam conviver temporariamente em um ambiente familiar saudável.

O Projeto Família Acolhedora está em plena atividade em Santa Rosa. O projeto busca lares voluntários que recebam crianças e adolescentes que foram retirados de seus lares para que possam conviver temporariamente em um ambiente familiar saudável. Seis famílias foram aprovadas na triagem; cinco delas já receberam menores.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social, Ivete Correa, a avaliação neste momento é positiva. “Estamos muito contentes com a repercussão do projeto, garantindo lares provisórios para menores que foram retirados de situações de risco”, afirmou. Ivete ainda reitera que a principal dificuldade é encontrar famílias que estejam preparadas para receber bebês.

A assistente social, Fabiane Todeschini, explica que essa adaptação pode durar de uma a duas semanas, dependendo da reação das crianças, antes que elas sejam encaminhadas para o lar. “Crianças que são retiradas de lares abusivos, e direcionadas para uma família acolhedora, não têm a necessidade de passar pela adaptação, diferente de crianças de abrigos. A legislação prevê que eles podem ser amparados no lar por até dois anos, mas não é impossível que o prazo possa ser estendido” afirmou Fabiane.

Aos próximos dias estão previstas reuniões de mobilização, em que a Secretaria de Desenvolvimento Social, juntamente com a Promotoria de Justiça da Vara da Infância e Juventude, ampliará o debate sobre o assunto. “A ideia é levar informação para a comunidade, sanando eventuais dúvidas”, encerrou Ivete.

Faça seu comentário