HomePolícia quarta-feira, 31 de maio de 2017 15:26

Polícia investiga morte de bebê em escola infantil

Delegado solicitou laudo e ouvirá testemunhas sobre o caso.

O titular da 2ª Delegacia de Polícia de Santa Rosa, delegado Tiago Tescke, já oficializou servidores Escola de Educação Infantil Paulo Freire, da Vila Progresso em Santa Rosa e irá os ouvir nas investigações sobre a morte do menino de 11 meses, Rafael Perin.

O delegado teve de intervir no caso, pois a criança foi levada ao hospital e após ser constatada a morte foi liberado aos familiares, inclusive com atestado de óbito. Tiago explica que teve informações que a criança estava em óbito na escola e por isso sentiu a necessidade de encaminhar o corpo para o Instituto Médico Legal. O delegado foi até o velório que já tinha iniciado e conversou com familiares e o corpo foi levado ao IML.

Segundo laudo inicial a criança morreu por obstrução das vias aéreas causadas por um liquido. “Nosso objetivo é esclarecer o fato, por isso iremos ouvir os envolvidos e investigar o fato”, garantiu.

Sobre o fato: Um bebê de 11 meses morreu no berçário da Escola de Educação Infantil Paulo Freire, da Vila Progresso em Santa Rosa. Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, o bebê recebeu a mamadeira e após consumi lá foi colocado no berço para a soneca. Por volta das 17 h, como é o horário das crianças acordarem apenas ele continuou dormindo, quando foi notado que o mesmo não estava respirando. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conduziu a criança para a Unidade de Pronto Atendimento, onde profissionais tentaram o reanimar, mas não tiveram êxito, quando foi constatado o óbito.

A criança foi identificada como Rafael Perin, e completaria 1 ano de idade no dia 17 de junho.

Rafael Perin foi sepultado na tarde da terça-feira, no Cemitério Municipal.

Faça seu comentário