HomePolítica sábado, 12 de maio de 2018 09:08

Momento histórico no Vida & Saúde

Convênio é firmado com o Hospital Albert Einstein na área de Acreditação Hospitalar

Pela primeira vez na sua história de 63 anos, o Hospital Israelita Albert Einstein firmou convênio com outra instituição do país. Uma comitiva do hospital de São Paulo esteve em Santa Rosa ontem, 10, para tratar do tema: qualidade e segurança do paciente. Trata-se de um assunto que vem sendo intensificado no Vida & Saúde desde 2009, quando começou a implantar os Protocolos de Segurança do Paciente preconizados pelo Ministério da Saúde.

Todo esse trabalho vem sendo realizado pelo Núcleo de Gestão fundado em 2016, mobilizando todos os profissionais da instituição, visando conquistar a Acreditação Hospitalar, uma espécie de ISO 9000 dos hospitais. O Albert Einstein foi o primeiro fora dos Estados Unidos a receber a Acreditação em Qualidade na Assistência médico-hospitalar pela Joint Commission International(JCI), em 1999.

Um termo de cooperação entre os dois hospitais foi assinado pela manhã, o que irá permitir mais avanços no Vida & Saúde com apoio e auxílio do Hospital Israelita. Durante a tarde, toda comitiva de São Paulo participou de uma atividade com profissionais do Hospital Vida & Saúde no Imigrantes Hotel e, à noite, de um Encontro Regional que reuniu mais de 700 pessoas no Centro Cívico. Representantes da Federação dos Hospitais, de secretarias de Saúde e prefeituras participaram. Também estiveram presentes alunos de universidades e faculdades da região, lideranças e profissionais ligados à saúde. O tema qualidade e segurança do paciente foi amplamente debatido entre os participantes.

Segundo o presidente Rubem Zam-berlan, “esse momento é histórico para nossa instituição, pois receber o reconhecimento do melhor hospital da América Latina nos enche de orgulho. Toda essa qualificação que é realizada em São Paulo, no Einsten, queremos e já começamos a implantar aqui em santa Rosa”, concluiu.

O presidente do Hospital Israelita, Sidnei Klajner, o superintendente Miguel Cendoroglo, a consultora de Segurança do Paciente, Fernanda Paulino Fernandes dos Anjos e a professora da Faculdade Albert Einsten, Beatriz Murata Kely, participaram das atividades desenvolvidas ontem em Santa Rosa.

A visita também foi prestigiada por Francisco Lima e sua esposa Sandra Lima. Eles perderam a filha Júlia Lima após ocorrerem mais de 20 eventos adversos no atendimento dentro do Einstein. A família se uniu com a direção do hospital e criou um programa para melhorar ainda mais a segurança do paciente e para evitar que procedimentos utilizados com a filha deles não ocorressem mais. O casal trouxe sua vivência para Santa Rosa e também foi homenageado com a inauguração da Praça Júlia Lima, dentro do Hospital Vida & Saúde. A atividade contou com bailarinas da FEMA, já que a saudosa Júlia era bailarina.

Faça seu comentário