HomePolítica segunda-feira, 10 de abril de 2017 07:16

Zona rural incluída no Cartão Reforma

Bohn Gass é membro da Comissão Mista que analisava a Medida Provisória 751/16 (que criou o programa) e, durante os debates, reclamou por não ver o pessoal da agricultura contemplado.

Uma articulação do deputado federal Elvino Bohn Gass garantiu que R$ 200 milhões do total de R$ 1 bilhão que o governo federal vai destinar ao Cartão Reforma, sejam direcionados para a área rural. “O governo criou um programa para subsidiar a compra de materiais de construção destinados à reforma, ampliação ou conclusão de imóveis de famílias de baixa renda, mas não previa nada específico para os moradores do campo. Melhoramos o projeto e incluímos esta reserva”, explica o parlamentar petista.

Bohn Gass é membro da Comissão Mista que analisava a Medida Provisória 751/16 (que criou o programa) e, durante os debates, reclamou por não ver o pessoal da agricultura contemplado. A relatora, também do Rio Grande do Sul, senadora Ana Amélia (PP), aceitou incluir 10%, mas a articulação de Bohn Gass acabou por garantir que este percentual fosse maior, chegando aos 20%. O projeto foi à votação e acabou aprovado na Câmara. “As pessoas poderão usar este dinheiro para construção de quartos, banheiros, substituição de telhados, solução de problemas, água ou energia, fazer pintura, forro, enfim, essas coisas que uma casa precisa”, detalha o deputado.

De acordo com o texto aprovado, terão direito ao cartão famílias com renda mensal de até R$ 2,8 mil, incluídos os rendimentos recebidos de programas de transferência de renda, como o Bolsa Família.

Faça seu comentário