HomeRegião quarta-feira, 5 de julho de 2017 08:03

Governador pede atenção a municípios atingidos por enchentes e temporais

O Estado destinou, na última semana, R$ 22,4 milhões em recursos da Saúde para mais de 130 prefeituras em dificuldade.

O governador José Ivo Sartori solicitou prioridade à União no atendimento aos municípios atingidos recentemente por eventos climáticos no Rio Grande do Sul. Sartori e parlamentares da bancada federal gaúcha reuniram-se no final da tarde desta terça-feira, 4, com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, em Brasília, para encontrar alternativas para acelerar o socorro financeiro às cidades.

Dos R$ 30 milhões anunciados, o governo federal liberou até o momento R$ 469 mil para os municípios de Sinimbu, Rio dos Índios, Itapuca, Barão do Cotregipe, Boqueirão do Leão, Catuípe e Tenente Portela. "A dificuldade também é um aprendizado e os municípios estão trabalhando nos seus projetos, com apoio técnico da Defesa Civil e articulação da Famurs. O Estado destinou, na última semana, R$ 22,4 milhões em recursos da Saúde para mais de 130 prefeituras em dificuldade. Toda ajuda da União é bem vinda", solicitou o governador.

Dados da Defesa Civil Estadual mostram que 226 municípios foram atingidos por enxurradas, chuvas intensas, vendavais, inundações e alagamentos no Rio Grande do Sul. Destes, 162 decretaram situação de emergência. Ainda há famílias desabrigadas ou desalojadas em Uruguaiana, Itaqui, São Borja, Rio Pardo, Guaporé, Maratá, São José do Sul, São Sebastião do Caí, Venâncio Aires, Barra do Quaraí e Eldorado do Sul.

De acordo com o ministro, o governo federal estabeleceu um plano de trabalho com recursos que contemplam principalmente o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. "Os R$ 30 milhões que anunciamos estão garantidos e ainda precisamos buscar aproximadamente outros R$ 100 milhões. O nosso diálogo com a comitiva gaúcha foi transparente, no sentido de deixar claras as dificuldades do governo federal, mas ao mesmo tempo a nossa disposição em encontrar caminhos que permitam ampliar esses recursos", destacou o ministro.

Uma alternativa já está sendo definida, nesta terça-feira, por parlamentares gaúchos, que trabalham para que recursos de emendas de bancada possam ser destinados aos municípios atingidos. Se aprovada, essa proposta deve ser apresentada ao Ministério do Planejamento, para viabilizar o repasse aos gestores municipais. Participaram da reunião a senadora Ana Amélia Lemos e os deputados federais Alceu Moreira, Jerônimo Goergen e Carlos Gomes.

Faça seu comentário