HomeRegião quinta-feira, 13 de abril de 2017 14:40

Pedestres e motoristas sofrem com a falta de manutenção em rodovias da região

A ERS 344 que liga Santa Rosa a Porto Mauá está necessitando de uma série de melhorias, como pintura de faixas, manutenção nas placas de sinalização e um novo recapeamento urgente.

Muitas rodovias estaduais estão em estado critico. A ERS 344 que liga Santa Rosa a Porto Mauá está necessitando de uma série de melhorias, como pintura de faixas, manutenção nas placas de sinalização e um novo recapeamento urgente. A pista oferece perigo constante aos condutores e vários apelos já foram enviados ao Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), sem que nenhuma providência tenha sido tomada.

A situação também é preocupante nos trevos em torno da cidade de Santa Rosa. Os que necessitam de atenção urgente são os da ERS 344 que dá acesso a Tuparendi, o de entroncamento da Unijuí, o famoso Trevo do Porco e o trevo próximo ao Cemitério Municipal, um dos principais acessos de entrada da cidade.

Outra rodovia que também é de responsabilidade do Daer é a ERS 162 na saída de Santa Rosa para a cidade de Senador Salgado Filho passando pelo conjunto habitacional Auxiliadora 2. O trecho está completamente comprometido com o asfalto soltando e muitos buracos. Para agravar ainda mais a situação, a camada asfáltica que solta com a passagem de veículos pesados origina um acúmulo de material na lateral direita da pista. Outro fato preocupante é o canal formado pela água da chuva cuja profundidade é expressiva. A valeta força motoristas a realizarem manobras arriscadas durante a passagem de dois veículos em direções opostas. Com as chuvas, os barrancos estão cedendo e o perigo aumentando. Uma bandeira vermelha foi fincada praticamente no meio da rodovia com o propósito de alertar os motoristas sobre o perigo.

Foto:Vilson Winkler
Faça seu comentário