HomeSaúde sexta-feira, 23 de junho de 2017 08:10

Gabbardo defende atendimento nos postos de saúde até 22h

“É importante para diminuirmos o acúmulo nas emergências que a gente possa oferecer atendimentos, pelo menos, até 22h no maior número de postos possíveis”, afirmou.

O secretário da Saúde do Rio Grande do Sul defende o aumento na oferta de horários do atendimento da rede primária como medida para evitar a superlotação de hospitais. João Gabbardo dos Reis citou a falta de opções de horários a que pessoas se deparam muitas vezes, o que leva a população a recorrer diretamente às emergências. “É importante para diminuirmos o acúmulo nas emergências que a gente possa oferecer atendimentos, pelo menos, até 22h no maior número de postos possíveis”, afirmou.

Gabbardo citou a experiência de Porto Alegre, onde a prefeitura passou a oferecer atendimento até as 22h em dois postos. Segundo o secretário, a medida vem dando boa resposta. Também defendeu a abertura de postos aos sábados. No entanto, admite dificuldade para encontrar apoio entre os municípios.

“Para funcionar aos sábados, tem que haver um regime de trabalho diferente, com pagamento de horas diferenciadas. Quem trabalha sábado, por exemplo, não trabalha durante a semana. Mas os prefeitos têm que entender essa necessidade e ampliar esses atendimentos”, avalia Gabbardo.

A falta de opção de atendimentos em terceiro turno também é uma das explicações do secretário para o fato de o Estado não ter atingido a meta de 90% de imunização do público-alvo na campanha de vacinação contra a gripe este ano

Faça seu comentário