HomeSaúde quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018 08:31

Hoje é o Dia Mundial de Combate a LER/DORT

Quarta-feira para prevenir a Lesão por Esforço Repetitivo LER e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho-DORT.

Nesta quarta-feira, 28, é o Dia Mundial de Combate a Lesão por Esforço Repetitivo LER e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho-DORT. Esta lesão atinge homens e mulheres de todas as idades. Estar saudável é uma tarefa difícil, pois exige do paciente dedicação e importantes cuidados. Muitas pessoas confundem peso ideal com saúde, mas estar em dia faz parte da união entre os cuidados profissionais e pessoais.

Uma das áreas que auxilia nesse processo é a Fisioterapia do Trabalho. De acordo com a fisioterapeuta Sabrina Zazycki, a fisioterapia, além de proporcionar melhorias para o dia a dia dos profissionais, ainda resgata a autoestima, e também, previne possíveis doenças e lesões. "Através dela, aspectos como biomecânica, ergonomia, atividade física laboral e recuperação de queixas ou desconforto físicos estão entre os elementos trabalhados", afirmou.

Umas das doenças mais atingidas é a Lesão por Esforço Repetitivo - Ler. Ela é causada pelos movimentos contínuos em alta frequência e em posição ergonômica incorreta. Segundo a norma técnica do INSS sobre Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) (Ordem de Serviço no. 606/1998), as lesões por esforços repetitivos são síndromes clínicas caracterizadas por dor crônica e alterações objetivas. Elas podem se manifestar no pescoço, na cintura escapular e nos membros superiores podendo afetar tendões, músculos e nervos periféricos.

Desde 2013, Santa Rosa conta com o Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) - Fronteira Noroeste. No local são desenvolvidas ações voltadas para a saúde do trabalhador nos 22 municípios da 14ª CRS. O serviço está ligado a FUMSSAR.

Segundo o presidente Anderson Mantei a segurança e a saúde dos funcionários são preocupações de todas as empresas. “Cada vez mais elas investem para que o trabalhador esteja saudável e na Fundação não é diferente estamos sempre em buscas de melhorias para nossos profissionais”, disse Anderson;

Após o diagnóstico, o trabalhador deve buscar ajuda. Para isso, existem serviços especializados como o CEREST, espaço que atua na atenção integral à saúde na assistência e vigilância dos agravos e das condições dos ambientes de trabalho. Desenvolvendo, também, conhecimentos especializados na área e nas atividades educativas.

 

Faça seu comentário