HomeSaúde terça-feira, 3 de julho de 2018 08:03

Hospital Dom Bosco cancela serviço de pronto atendimento

Delmira Girard atribui decisão a insegurança provocada pelo fechamento da UTI.

Desde a manhã da segunda-feira, 03, está cancelado o atendimento no Pronto Atendimento do Hospital Dom Bosco. A medida se deu, após uma equipe, coordenada pela diretora clínica do hospital, médica Camila Nasi, informar à direção da Associação Beneficente Dom Bosco-Abosco, informando a suspensão dos serviços. Segundo Camila, a justificativa foi à possibilidade de ações não assegurem o cumprimento do Código de Ética Médica.

Sobre o assunto, a vice-presidente da unidade hospitalar, Delmira Girardi, o ato da Fundação Municipal de Saúde, em interditar a UTI, gerou uma situação de insegurança para os médicos. Delmira cita que a Fundação poderia ter conversado coma direção do hospital, e a situação seria resolvida. “Até porque a unidade não estava em funcionamento”, explica. Ela afirma que o atendimento 24 horas, iniciou dia 06 de julho, iniciou há um mês e já atendeu 2,4 mil pessoas.

O presidente do hospital Carlos Alberto Serafini enfatizou que está muito triste. “Não foi só um serviço perdido, mas sua tristeza é em virtude de temos conseguido reabrir o hospital através da Urgência e Emergência.O próximo passo seria reabrir a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) inclusive com um médico intensivista, pois, o mesmo já havia assinado o contrato na semana anterior”, afirmou. Ainda segundo Serafini, no próximo dia 09 de julho toda a documentação seria encaminhada para a Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa (Fumssar) para que fosse viabilizado o alvará da UTI, pois, a verba da unidade está sendo repassada para a fundação, que por sua vez não repassa ao hospital devido o local estar fechado e no momento em que fosse aberta o hospital teria mais um fôlego, só que devido a todos os impasses é necessário que seja analisado.

Faça seu comentário