HomeSaúde segunda-feira, 7 de maio de 2018 07:56

Servidores capacitados para combater a sífilis

O segundo está previsto para os dias 8 e 9 de maio, terça e quarta-feira da próxima semana, desta vez destinado exclusivamente para profissionais vinculados à Fundação.

As capacitações conjuntas entre a Fundação Municipal de Saúde e a 14ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), que criou o Comitê de Transmissão Vertical que atua em sua área de abrangência, preveem dois momentos. O primeiro ocorreu dia 12 de abril. O segundo está previsto para os dias 8 e 9 de maio, terça e quarta-feira da próxima semana, desta vez destinado exclusivamente para profissionais vinculados à Fundação.

O evento ocorrerá nas dependências do Núcleo de Ensino e Pesquisa - NEP - e reunirá médicos e enfermeiros que atuam do município. Alice Hofferber, diretora de Atenção Básica da Fundação, diz haver necessidade de serem aprimorados conhecimentos “diante da crescente demanda de pessoas com sífilis em Santa Rosa e na região”.

Embora a transmissão vertical de sífilis seja 100% prevenível, a doença continua sendo um grande desafio à saúde pública e com graves consequências, como óbito infantil, aborto e natimortalidade ou sequelas à criança, como deficiência visual, auditiva, física e mental.

As capacitações discutem diagnóstico, notificação e tratamento de sífilis congênita, em gestantes e parceiros. Em Santa Rosa vêm sendo desenvolvidas ações de prevenção nas unidades de saúde, SAE e CEREST com testes rápidos, palestras e outros trabalhos educativos.

Anderson Mantei, presidente da Fundação, demonstra preocupação especial com o tema. Para ele, “é essencial que os profissionais de saúde recebam conhecimento e incentivo para um diagnóstico precoce, com tratamento adequado e oportuno dos casos diagnosticados”.

Faça seu comentário