HomeSaúde sexta-feira, 30 de junho de 2017 07:59

Vida & Saúde cresce em área de cobertura e resolutividade

R$ 7,5 milhões, este é o valor de quatro obras que serão inauguradas hoje no hospital.

O hospital completou 82 anos na terça-feira, 27, e a data foi comemorada com ações desenvolvidas durante toda a semana. Porém, o ponto alto da programação está marcado para às 15h desta sexta-feira, 30, quando serão inauguradas duas UTIs, novo setor de Oncologia e o equipamento de Radioterapia. Somados os investimentos, foram aplicados R$ 7,5 milhões na consolidação dos quatro projetos.
O que concentrou maior volume de recursos (R$ 4 milhões) foi a Radioterapia. Só com o bunker o Vida & Saúde aplicou R$ 1 milhão e outros R$ 3 milhões no aparelho que modernizou a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON). Hoje é o aparelho mais moderno que opera no interior do RS. Neste projeto, graças as articulações do então prefeito Orlando Desconsi, foram mobilizados os deputados Jeferson Fernandes e Elvino Bohn Gass. “Foi o maior volume de dinheiro que a União aportou em toda a história do hospital”, ressalta Orlando.
Na reforma do setor de Quimioterapia, também vinculado ao UNACON, o hospital investiu R$ 1 milhão. São atendidos cerca de 800 pacientes por mês e com altíssima resolutividade. O tratamento de câncer é atualmente todo ele sob a responsabilidade e gestão do Vida & Saúde, sem nenhuma sociedade ou intermediário.
Também serão inauguradas na tarde de hoje as UTI Pediátrica e Neonatal. Ambas concentram um investimento de R$ 2,5 milhões. Cada uma tem capacidade de 10 leitos e entraram em operação neste mês. Vale a ressalva de que o Vida & Saúde, por uma portaria do Governo do Estado, corria o risco de perder a UTI Neonatal. O ex-presidente Anderson Mantei foi decisivo nas articulações políticas feitas diretamente com o então secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni. Obteve êxito, mas até a regularização burocrática o hospital teve que bancar os custos das duas unidades.
Os R$ 7,5 milhões procedem da União, do Estado e de recursos próprios do Hospital. O atual ministro Osmar Terra, na época deputado federal, também auxiliou o hospital em determinadas articulações.
A solenidade coletiva das quatro inaugurações é aberta à comunidade. Ela ocorrerá, no pátio em frente ao prédio da Oncologia (ao lado do antigo Pronto Socorro).

 

Faça seu comentário