HomeSaúde sexta-feira, 24 de março de 2017 14:54

Vida & Saúde fecha ano no azul

O grande sonho é concluir pelo menos os dois primeiros pisos da nova unidade.

O Hospital fechou 2016 com um resultado financeiro positivo de R$ 6,9 milhões. Os números foram divulgados na Assem-bleia Geral Ordinária de prestação de contas do período anterior realizada na noite de quarta-feira, 22. Na ocasião deixaram oficialmente de fazer parte do Conselho de Administração o advogado Anderson Mantei e o vereador Aldemir Ulrich (PMDB). Foram substituídos por Valdir Carpenedo e Eduardo Manjabosco.

O presidente Elton Walker comemorou os resultados e avaliou 2016 como um ano de superação. “Do total das sobras, R$ 3,9 milhões eram tributos federais que estavam na conta de débitos a pagar, mas que foram isentados do pagamento de parte do Governo Federal. Foi um prêmio de gestão previsto em programa federal”, explicou. Os recursos entraram no balanço como receita. “De qualquer forma, fechamos o ano com R$ 3 milhões em caixa para fazermos giro, o que é extremamente importante para uma empresa do tamanho do Vida & Saúde”, acentuou. Para ele, quanto maior o fluxo de caixa mais capacidade terá o hospital de cumprir prazos com fornecedores. “Há situações que temos dinheiro a receber, mas ele não entra na data marcada”, comentou. O Vida & Saúde movimentou em 2016 uma receita de R$ 74 milhões, média de R$ 7,2 milhões mensais.

Elton destacou que os números geram grande orgulho entre os diretores e colaboradores. “A pesquisa de satisfação feita diretamente com os pacientes atingiu um índice de 94% de aprovação. Nossa meta era audaciosa: 93%. Outro número fantástico: a Organização Mundial de Saúde aceita até 5% de infecção hospitalar. O Vida & Saúde fechou o ano passado com um índice de apenas 1,45%. Realizamos 6,4 mil cirurgias em nossos blocos e registramos 10,8 mil internações. Realizamos 56 mil exames de diagnósticos, uma área que o hospital investiu bastante para também elevar seu índice de resolutividade. Os diagnósticos constituem-se numa ótima fonte de receita”, citou o dirigente.

A lógica de aumentar serviços com o objetivo claro de aumentar receitas é a síntese do planejamento do Hospital Vida & Saúde.

O balanço detalhado da instituição circula nesta edição do Jornal Noroeste.

Faça seu comentário