HomeSaúde quarta-feira, 12 de julho de 2017 17:27

Vida & Saúde realiza pesquisa em parceria com a UNIJUÍ

A pesquisa foi coordenada pela professora Dra Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz, com apoio do Núcleo de Segurança do Paciente e da Gestão Hospitalar.

Uma pesquisa avaliou as atitudes e percepções de segurança dos profissionais do Hospital Vida & Saúde. Participaram funcionários que atuam direta ou indiretamente no cuidado ao paciente, com base nas dimensões de cultura de segurança do paciente. A pesquisa foi coordenada pela professora Dra Adriane Cristina Bernat Kolankiewicz, com apoio do Núcleo de Segurança do Paciente e da Gestão Hospitalar.

Participaram do estudo, realizado no primeiro semestre de 2017, cerca de 75% dos trabalhadores do hospital. Segundo a Diretora Geral, Vardeli de Barros, "Essa parceria com a Unijuí foi de extrema valia, pois estamos sempre em busca de melhorias para nossos funcionários, e através desses dados, vamos poder avançar e qualificar ainda mais esse processo”.

A avaliação do clima de segurança é considerada um ponto de partida para as instituições de saúde, pois trata-se de um componente mensurável da cultura de segurança e o diagnóstico desta avaliação. Com ela é possível identificar pontos fortes e frágeis, subsidiando a implementação de intervenções. Para a coordenadora do Núcleo de Segurança, Enfª Jacinta Spies, este momento possibilitou visualizar em números concretos, o resultado de um trabalho sério que vem sendo realizado há vários anos, em todos as áreas e níveis da instituição, “Queremos qualificar a assistência nos pontos de atendimento ao paciente. Os números não nos mostram apenas o que já está bom, mas principalmente, onde podemos e precisamos direcionar o olhar e esforços para melhorar nossos processos de trabalho e rever nossas atitudes e comportamentos”.

A devolutiva dos resultados da pesquisa ocorreu no dia 03 de julho, pela professora Adriane, bolsista de pesquisa e mestranda envolvida. Para a bolsista de iniciação científica Catiele Schmidt “A participação na devolutiva qualifica a formação, pois permite reflexões como futura profissional de saúde, denota importância da pesquisa e da discussão dos resultados, para que estes, contribuam com as instituições concedentes, no sentido de planejar ações para o desenvolvimento das atividades, que visam qualificar o processo de trabalho”.

 

Faça seu comentário