Blog Aquiles Giovelli
Blog Aquiles Giovelli
Aquiles Giovelli



Blog

Todas as vidas importam

Publicado em 26/02/2021 17h18 - Atualizado há 2 meses - de leitura

Nos últimos anos, a discussão sobre racismo gerou o mote “Todas as vidas interessam”. Traduzindo o pensamento em “ovo frito” como diz o comunicador (Rádio Noroeste) Jairo Madril, todas as vidas, independentemente da cor da pele, da condição social ou do nível intelectual, têm importância. A conclusão parece óbvia. O nó górdio, porém, é saber se todas as vidas têm a mesma importância. Falando por mim, até para não ferir suscetibilidades, considerando o bem realizado à humanidade, a minha vida vale menos do que valeram as vidas de Freud, Pasteur, Lavoisier, Pitágoras, Darwin, Einstein, Newton, Galilei, Sabin, Mandela, Pe. Arcanjo etc. Logo, equiparar todos seria colocar Fernandinho Beira-Mar no mesmo patamar da Irmã Dulce. Ah, nos lembramos da vida, para mim um dom de Deus, quando nos deparamos com a morte de alguém.

Sim, com a morte, um mistério ainda não exorcizado. Jacques Bossuet, um religioso francês do século 17, famoso por seus discursos fúnebres, embora tenha dito o óbvio, entrou para a história com a seguinte provocação: “Nos funerais só se ouvem palavras de surpresa por aquele mortal estar morto.” Mortal morto é brado! Ironia, mas velórios também se prestam para manifestações hipócritas. Por exemplo, a reação da esposa dirigindo-se à filha depois de ouvir rasgados elogios às virtudes do marido e pai que ela, estupefata, não conhecia: “Vamos embora, filha, nós estamos com o defunto errado.”

Agora, ainda que dele não fosse íntimo, temos (deliberadamente no plural) a lamentar a morte de Telmo de Lima Freitas. Seu passamento enlutou o mundo artístico gaúcho. Era uma vida que servia de referência. Compôs clássicos sobre a temática gaúcha como Esquilador, Cantiga de Ronda, Baile de Rancho, Alma de Galpão, Prece ao Minuano, Faz de Conta, muitas de suas composições gravadas também por outros cantores. No ponto, destaco Luiz Carlos Borges, seu colega e amigo. A grande homenagem do Borges foi o disco Jaguaretês em que interpreta somente canções do Telmo. O lançamento desse CD, em 2018, no Teatro São Pedro, foi um espetáculo inesquecível.

Com Santa Rosa, a ligação de Telmo se deu no 1º Musicanto (83) quando fez o show de abertura e foi jurado. Polêmico, na noite final, quando da premiação, por discordar da canção vencedora - No Sangue da Terra Nada Guarani, de Nélson Coelho de Castro interpretada por Berê - retirou-se do júri. Ele defendia Vozes Rurais, de João de Almeida Neto, excepcional canção, é verdade, mas, ao contrário da vencedora (universal), restrita a costumes campeiros gaúchos. A briga foi com outro jurado: Jerônimo Jardim.

Agora, em outro plano, Telmo se junta a Teixeirinha, Rillo, Jacaré, Bertussi, Gildo, Passarinho, Jaime Caetano, Noel, Cenair, entre tantos, para um show permanente. Parece que estou vendo na 1ª fila do auditório celestial os ex-presidentes do Musicanto Harry, Erni, Nair, Loureiro, Gerson e Adil. O Erni animando o ambiente enquanto aguardam o apresentador Nico e o Harry reclamando as ausências minha e do Borges.

Telmo interpretou o gaúcho como ninguém. Porém, o gaúcho que ele retrata está em extinção por força da revolução no campo (agricultura e pecuária). Com o avanço da cultura da soja, as campereadas a cavalo cederam lugar ao trator, o bioma Pampa está virando lavoura. Com o rebanho de ovelhas quase dizimado, o tosquiador logo será lembrança poética como Telmo o retrata em Esquilador. E as tesouras, peças de museu.

“Quando é tempo de tosquia já clareia o dia com outro sabor.

As tesouras cortam em um só compasso enrijecendo o braço do esquilador” - é um hino. A Telmo devemos o registro da cultura gaúcha que o tempo apagaria. Ouso dizer que seu legado vai além das canções; impulsiona os compositores a refletirem sobre a paisagem do RS, que Mário Barbará (Desgarrados) também cantou: “Eles se encontram no cais do porto pelas calçadas. Fazem biscates pelos mercados, pelas esquinas ...”

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Privatização da Corsan

Ex-prefeito de Santa Rosa, Orlando Desconsi, falou na manhã desta segunda-feira (19) sobre a privatização da Corsan.

há 16 horas


Mantei avalia os 100 primeiros dias de governo

há 17 horas


Programa Podcast Noroeste

há 17 horas