Blog Gilberto Kieling
Blog Gilberto Kieling
Gilberto Kieling



Blog

Leve-me ao seu líder...

Publicado em 18/07/2021 11h29 - Atualizado há 6 dias - de leitura

As pessoas estão fazendo interrogações. Por que nações poderosas estão viajando ao planeta Marte? EUA, Rússia e China já deram início, na prática, à colonização de Marte. Diariamente chegam imagens e vídeos do planeta vermelho, enviados por máquinas que andam passeando por lá. As imagens são impressionantes. Por enquanto, pelo que sabemos, os marcianos têm evitado dar entrevistas.

Pois a pergunta principal é: O que estes países sabem que nós não sabemos?

É possível que já tenham calculado a data do fim do nosso planeta, seja pela destruição do ambiente em que vivemos, seja por algum colapso natural. Talvez imaginem uma data, no futuro, em que a vida por aqui se tornará insuportável. São visíveis os esforços para descobrir locais para colonização fora do nosso planeta, uma procura por lugares para onde seja possível fugir. Uma fuga que já vimos em filmes de ficção científica, como Independence Day, Interestellar, Perdido em Marte, e outros.

Sempre foi um sonho da humanidade habitar outros planetas. Mas agora parece que virou questão de urgência.

===

Sobre a urgência ambiental, não resta dúvida. Só no primeiro semestre deste ano nosso planeta já perdeu 6.300.000 hectares no processo de desertificação. Isso mesmo. Leia novamente o número, ele não está grafado de forma incorreta. São terras que perderam fertilidade e viraram desertos. Em relação às florestas, também neste primeiro semestre, já foram destruídos 2.740.000 hectares (boa parte no Brasil, obviamente). A erosão e a degradação das terras férteis no mundo estão num processo acelerado, o que vem preocupando os líderes mundiais e, especialmente, aqueles que se interessam pela produção de alimentos e pela vida humana.

Por outro lado, a possibilidade de um meteoro colidir com a Terra não está descartada. A China anunciou, esta semana, que prepara um míssil para desviar um objeto que poderá chegar ao nosso planeta em três anos. Um perigo menor, que talvez não seja tão assustador. Mas e se houver outros, maiores e mais destruidores? Ninguém sabe.

Ou ainda não nos contaram.

===

Agora, um consolo para algumas pessoas, na hipótese de que um dia venhamos a viver em Marte. Uma pessoa que, na Terra, pesa 100 quilos, em Marte pesa apenas 70 quilos. Ou seja, talvez você não seja gordo. Talvez apenas esteja no planeta errado...

===

Uma piada muito repetida e reinventada é aquela na qual um extraterrestre chega à Terra em sua nave espetacular, encontra um ser humano, e lhe diz: “Leve-me ao seu líder”. O humano, então, tem respostas diversas, de acordo com a circunstância da piada. 

Uma das versões diz que o humano, cruzando os braços, responde: “Minha líder?... Minha mulher foi à padaria. Tu vais ter que esperar...”

Em outra versão, o ET dirige a mesma frase a um transeunte, que responde: “Qual líder? O líder do brasileirão? Do BBB? Da “dança dos famosos”? Você, verdinho, precisa ser mais específico...”

E tem outra bem atual, na qual o ET estaciona o seu disco voador em Brasília e diz a um cidadão: “Leve-me ao seu líder”. O cara olha espantado para o extraterrestre, coloca as duas mãos na cabeça, faz cara de choro, e exclama: “Esqueça. Não estou a fim de passar vergonha...”

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Projeto de iluminação LED

Jairo Madril conversa sobre o assunto com Orlando Desconsi e Dado Silva

há 16 horas


Mobilização dos trabalhadores

há 16 horas


Grupo de orações

há 2 dias