Blog Gilberto Kieling
Blog Gilberto Kieling
Gilberto Kieling



Blog

Sonho imigrante

Publicado em 12/04/2021 09h11 - Atualizado há 4 semanas - de leitura

Um jovem pernambucano, Savicevic Ortega Silva de Melo (o nome é estranho mesmo!), virou notícia ao tirar nota 1.000 na redação do Enem 2020. É o que podemos chamar de redação perfeita. Ele é estudante de direito, bolsista do Prouni, mas agora começará Medicina, o curso com que sempre sonhou.

Como você deve lembrar, o tema proposto pelo Enem foi “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”. Nos comentários e sugestões que colocou na redação, o jovem citou alguns brasileiros notáveis como Portinari, Milton Santos e Sérgio Buarque de Holanda. Este aspecto chamou a atenção do pessoal que corrige as redações. Pelo visto, ele conhece um tanto de Brasil.

O mais curioso é que ele explicou que se preparou para o Enem, em razão da pandemia, com aulas on-line com uma antiga professora. E aproveitou o tempo para ler obras de grandes brasileiros que explicam a formação do país. Aliás, coisa que todos os brasileiros deveriam fazer, não é?

E você, amigo leitor? Aceita o desafio de falar do tema e dos três brasileiros por ele citados? Se a resposta for negativa, algo precisa ser feito.

===

Não sei se você percebeu, mas Santa Rosa tem algo a ver com o programa “The Voice Mais”, da Globo, cuja temporada encerrou no último domingo com a vitória do músico carioca Zé Alexandre. Acontece que o Zé Alexandre tem uma antiga e íntima relação com a cidade, pois já esteve aqui em três oportunidades, participando do Musicanto, e levantando prêmios.

Em 2001, com a composição “É ruim de pegar com a mão” levou o prêmio de música mais popular. Em 2002, com “Sonho imigrante”, o de melhor intérprete. E voltou a Santa Rosa no ano seguinte, desta vez sem premiação. Mais recentemente, levantou a “Calhandra de Ouro” da Califórnia da Canção Nativa (edição virtual), numa parceria com Jaime Vaz Brasil. Recebo tais informações do Edemir Leite, nossa “enciclopédia” do Musicanto, e concordo com ele quanto ao Zé Alexandre. Não é apenas um ótimo intérprete. É, na verdade, um músico completo, e a premiação nacional do último domingo foi mais do que merecida.

===

Aliás, a música “Sonho Imigrante”, que emocionou os santa-rosenses, vem sendo regravada Brasil afora (não confunda com outra música, de nome idêntico, do Milton Nascimento). Pois a música que participou do Musicanto é mesmo lindíssima porque, para o imigrante, “enquanto houver uma canção que fale do pó da estrada, esse meu caminho nunca será em vão...”

===

Ao falar desta música, lembrei que preciso fazer menção a um documentário muito recente, lançado este ano, que vai despertar o interesse da “italianada” da região, especialmente aqueles vinculados à Etnia Italiana, entidade atuante aqui de Santa Rosa e que não precisa de apresentação.

Estou falando do documentário “Legado Italiano”, produzido no Brasil, com roteiro e direção de Márcia Monteiro. Tem ótimas imagens (atuais e históricas), com depoimentos de gente da Itália e da Serra Gaúcha. Conta um pouco da história da imigração e da realidade sócio-econômica atual dos descendentes depois de quase um século e meio da vinda dos italianos ao Rio Grande.

É bem interessante e está disponível na grade de programação da Netflix e na internet. Aliás, é o tipo de documentário que, muito além do interesse que desperta nos descendentes italianos, deve interessar a todos que apreciam conhecer a formação do Brasil e de seu povo.

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

TRF 4 julga ação da Barragem Garabi/Panambi

TRF julga neste momento o recurso contra a decisão que impede os estudos para a construção do Complexo Hidrelétrico Garabi-Panambi.

há uma semana


Lançado projeto do Espaço Poliesportivo e Cultural

há 2 semanas


Aulas na rede municipal não retornam nesta segunda

há 2 semanas