Blog Voice, por Eunice Arsand
Blog Voice, por Eunice Arsand
Voice, por Eunice Arsand



Blog

Alfabeto Patrícia dos Santos Pires

Publicado em 30/04/2021 10h07 - Atualizado há uma semana - de leitura

Determinada e atuante, Patrícia Pires dedica seus dias como Diretora Escolar da APADA - Escola de Ensino Médio Concórdia para Surdos.

Patrícia é mãe de Isabela Pires de Bairros e sua formação é de Diretora Escolar, Graduação em Serviço Social, Pós Graduação em Psicopedagogia Institucional, Gestão e Administração Escolar e Graduanda em Analise do Comportamento Aplicada (aba) para TEA – Transtorno do Espectro Autista.

A VOICE do Jornal Noroeste conversou com Patrícia que nos fala sobre como construir educação de qualidade, atividades, enfrentamento a pandemia e como a comunidade pode ajudar a entidade.

“Meu sentimento de estar na APADA é o melhor possível. Sigo na busca do conhecimento com toda a equipe da escola para que nossos alunos atendidos na APADA possam ter seus direitos assegurados e uma educação de qualidade. O desafio é grande e de muita responsabilidade. As famílias nos confiam seu bem maior e nos cabe fazer o melhor, a fim de que através da educação e assistência social a nossa região cresça e se desenvolva cada vez mais tornando nossos atendidos pessoas que constroem sua própria história.

A APADA é única na nossa região, é um bem imensurável em capital humano e de uma riqueza extraordinária. A região conta com uma raridade, pois são pouquíssimas escolas bilíngues e que atendam Surdos, e com outras necessidades associadas.
A APADA – Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos é a mantenedora da Escola.
Com o passar dos anos nos demos conta de que nossas Instituições necessitavam se especializar e com isso o cofinaciamento das nossas ações deveria ser regular, pelos entes públicos. 

Hoje atendemos dois segmentos:

Educação – Toda educação básica: Educação Infantil, Ensino fundamental e Médio e Assistência Social de Média Complexidade.

Os recursos para nossa manutenção advêm prioritariamente de Termos (antigos convênios), com as três esferas de governo, além disso, contamos com diversas ações sociais, entre elas a captação de recursos através de projetos. Contamos com o apoio de doações de pessoas físicas e jurídicas da nossa cidade, região e de outros estados. Ações sociais como: Comercialização de pizza e galeto, rifas, SOS APADA, Nota Fiscal Gaúcha, entre outras ações!

A APADA se destina a atender duas áreas sendo elas: Educação e Assistência Social. Sendo que a escola é uma opção dos responsáveis pelas pessoas com necessidades especiais.  Iniciamos no ano de 2009, o atendimento de surdos com outra(as) deficiências associadas, ampliado nosso atendimento. A cada ano que passa aumenta a procura pelo atendimento na escola, porém sempre avaliamos a nossa capacidade e a qualidade no atendimento. Avalio sempre que números não bastam e sim resultados efetivos no desenvolvimento da pessoa. Temos alunos surdos, surdos ou deficiente auditivo com outras necessidades associadas, sendo TEA, DEPAC – Desordem do Processamento Auditivo, Síndrome de 1p36 , síndrome de dow, paralisia entre outras.
 
A escola se destina a todos os alunos (as), ex-alunos (as), familiares de Santa Rosa ou de qualquer lugar do país, desde que manifeste o interesse de estudar na escola e faça a avaliação com a equipe técnica.
Foi um grande desafio que deu certo e estamos cada vez mais nos aprimorando (tecnologias, espaço físico, formações e etc...) para prestar atendimento a uma demanda muito especifica da nossa comunidade. 

A APADA em Santa Rosa atende os Serviços de: Educação Especial e Assistência Social, atendimento psicossocial com psicóloga e assistente social. Serviço de interpretação e assessoria a empresas da nossa cidade e região (inserção ao mercado de trabalho). Interpretação Câmara de Vereadores, encaminhamos Projeto ao Prefeito onde propomos atendimento aos Surdos, semelhante a uma central de intérpretes e ainda aguardamos por diversos projetos encaminhados que vem de encontro à necessidade atual das famílias. 

Estamos inseridos na comunidade e ela e suas instituições nos acionam sempre que existe uma demanda envolvendo a nossa área.
Devido à pandemia, restringimos algumas atividades presenciais que aos poucos passamos para online, e de acordo com as mudanças retomaremos de modo presencial que são: grupo de mães, oficina de Libras, Capoeira e demais oficinas com ex-alunos e alunos.

Enfrentar a pandemia foi e está sendo um grande desafio e aprendizado, de forma pessoal e coletiva. Estamos a cada momento nos reorganizando e tentando manter o equilíbrio em especial para garantir o atendimento a nossa comunidade.
Nessa pandemia nos deslocamos aos nove municípios que temos alunos e pessoas que necessitam de atendimento.

A grande habilidade dos educadores e profissionais da educação foi ímpar e decisiva para conseguir atingir o nosso objetivo: levar conhecimento e esperança.
Contando sempre com o apoio das nossas famílias nesse momento, estivemos sempre próximos, mas durante esse período nos unimos. 

A Escola sente a ausência dos alunos e atendidos, dos grupos das atividades do contato do abraço! A rotina mudou, temos que a cada dia praticamente mudar o que fora planejado um dia antes, mas tudo a fim de respeitar as normas vigentes e garantir a segurança de todos, para um retorno adequado, como planejamos. Temos a noção da linha tênue que é estar na linha de frente de uma escola numa pandemia, onde não fechamos as portas e sim nos adaptamos conforme ia se apresentando cada dia. 

Dentre as dificuldades estão à falta constante de algum membro da equipe que na maioria se deu em decorrência da Covid, e aí a nossa angustia e preocupação em saber se todos conseguirão retornar com saúde que esse é o nosso maior desejo nesse momento. O medo veio sim, mas serviu sempre como alerta e dizendo cuide um pouco mais.
Várias foram às dificuldades, angústias em relação à renovação dos termos diante de uma pandemia que afetou todas as pessoas de alguma maneira.       

A APADA auxilia diretamente seus atendidos e familiares, nas mais diversas situações do cotidiano. Sem a escola muitos ficariam sem os atendimentos adequados e isolados.
Proporcionamos a inserção do sujeito na sociedade, evoluímos até onde for possível dentro das habilidades de cada indivíduo. Fazendo com que eles passem a ser sujeito da própria história. 
Nossa equipe tem aproximadamente 30 pessoas, que trabalham e amam o que fazem. 

Para contribuir com a entidade basta boa vontade, só podemos dar aquilo que temos, e todos temos algo a dar. Recebemos vários tipos de doações desde alimentos, material de higiene e limpeza, que são usados na escola ou doados aos atendidos.
Temos uma parceria com a RGE/CPFL Energia, você pode doar mensalmente o valor que quiser, ele será descontado da sua fatura da conta da luz, para isso basta entrar em contato com a direção da escola, que providenciamos o cadastramento.
Além disso, as doações sejam as que fazem diretamente na APADA e levam o recibo, ou as feitas para o FUNDICA que todas OSC de nossa cidade poderão inscrever seus projetos para serem beneficiados, de acordo com os critérios do COMUDICAS.
Nesses dois anos a maioria dos eventos com o Rotary, grandes apoiadores foi suspensa, mas aqui esta uma grande ação na nossa cidade. As pessoas, entidades e empresas nossa cidade e região são muito solidárias, agradecemos a todos que de alguma maneira sempre estão ajudando a escola e com isso beneficiando os que dela precisam.

Uma mensagem para a comunidade...

Temos que tentar nos manter calmos, positivos, propositivos e apoiando uns aos outros. Realmente o futuro está fragilizado, não temos ainda a dimensão do que vivenciaremos. Todos estamos em pandemia, e muitos perderam pessoas queridas, entre outras perdas, desejamos que a preservação da vida siga sendo a prioridade para nossa população.
Agradecemos pelas pessoas de bom coração que estão sempre ao nosso lado, apoiando e incentivando a nossa Gratidão! 
Vai ficar tudo bem”.


Confira um pouco mais de Patrícia, através do seu dicionário.

A de APADA, um amor que pratico.

B de Bem Vindos, para uma nova Vida!

C de Cuidado, ele pressupõe a base das relações.

D de Diálogo, estamos precisando.

E de Educação, que Liberta!

F de Família, onde está a nossa base.

G de Girassol, sejamos como eles na busca pelo sol!

H de Humano, todos somos...

I de Isabela! 

J de Juventude, onde reside uma intensa energia que nos contagia.

K de Keller Helen, primeira surda cega da história a conquistar um bacharelado.

L de Libras, as mãos que falam.

M de Mãe!

N de Não tenha medo.

O de Ouvidos, mas ouça com o coração.

P de Papa Francisco, admirável!

Q de Quero, que tudo isso passe e que todos fiquem bem!

R de Risos, que tenhamos muitos sempre em nossos dias!
 
S de Solange, minha mãe.

T de Terço, reze o Terço.

U de URSO, quando puder abrace igual ele! 

V de Viajem, sempre que puder esse é o melhor investimento!

W de webcam, uma ferramenta que muitos utilizaram para matar saudades de quem está longe com o COVID! 

X de Xícara de café, quem mais aí tem essa CIA?

Y de YouTube, nova ferramenta de trabalho não! 

Z de Zanga não que tudo passa!

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

TRF 4 julga ação da Barragem Garabi/Panambi

TRF julga neste momento o recurso contra a decisão que impede os estudos para a construção do Complexo Hidrelétrico Garabi-Panambi.

há uma semana


Lançado projeto do Espaço Poliesportivo e Cultural

há 2 semanas


Aulas na rede municipal não retornam nesta segunda

há 2 semanas