Economia

Operação na Argentina elimina apenas 15% da nuvem de gafanhotos

Técnicos aguardam pouso dos insetos para realizar novo ataque com aviões agrícolas. A nuvem está há aproximadamente 100 Km a oeste de Uruguaiana/RS.

Publicado em 27/06/2020 18h51 - Atualizado há um ano - de leitura
Somente um avião foi usado na operação em Corrientes, Argentina. / Foto: Divulgação

Em uma operação na Argentina, coordenada pelo setor de aviação agrícola, foram eliminados cerca de 15% dos gafanhotos que têm trazido preocupação para o setor do agronegócios dos países fronteiriços, como Uruguai, Brasil e a própria Argentina. As informações são do Sindicato Nacional das Empresas da Aviação Agricola (Sindag).

O órgão divulgou que a operação ocorreu na região de Curuzu Cuatia, província de Corrientes, nesta sexta-feira (27), no momento em que os insetos encontravam-se em uma área de campo para se alimentar e passar a noite.

Quando os gafanhotos pousam e se agruparam, ocuparam uma área equivalente a 10 hectares. Quando levantam voo e formam uma nuvem, abrangendo um espaço equivalente a três mil hectares, com 10 quilômetros de comprimento e três de largura, o que dificulta a ação dos aviões.

O Brasil monitora a situação e aeronaves estão de prontidão no extremo sul do país preparadas para realizar um ataque contra os insetos. “Só em Uruguaiana, dez aviões estão prontos para operação imediata, o que é considerado mais do que suficiente”, diz o Sindag.

Na manhã deste sábado (27), foi realizada uma reunião entre o sindicato e empresas de aviação do Rio Grande do Sul, a fim de levantar a quantidade de aeronaves disponíveis para um eventual ataque aos gafanhotos.

“Queríamos ter um inventário das aeronaves à disposição na área de fronteira, já que a região está no período de entressafra de parte das lavouras, embora esteja operando bastante em semeadura e adubação de pastagens. Período em que os empresários aproveitam para fazer a manutenção obrigatória anual dos aviões”, informa Thiago Magalhães, presidente da entidade.

Atualmente a nuvem de gafanhotos está aproximadamente, 100 quilômetros a oeste de Uruguaiana.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Projeto de iluminação LED

Jairo Madril conversa sobre o assunto com Orlando Desconsi e Dado Silva

há 17 horas


Mobilização dos trabalhadores

há 17 horas


Grupo de orações

há 2 dias

Utilizamos cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência no website. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade e com nossos Termos de Uso.
CONCORDO