Justiça

Chefe do MPRS acredita que STF julgará recurso do caso Kiss no primeiro semestre do ano

Ministro do STF, Dias Toffoli suspendeu na última sexta-feira (9) a realização de um novo júri, marcado para o dia 26 deste mês.

Publicado em 12/02/2024 15h11 - Atualizado há uma semana - de leitura
O incêndio na boate Kiss, de Santa Maria, matou 242 pessoas e feriu outras 636, em 27 de janeiro de 2013 /Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O procurador-feral da Justiça, chefe do Ministério Público do Rio Grande do Sul, Alexandre Saltz, disse nesta segunda-feira (12) acreditar que o STF vai julgar os recursos do caso Kiss ainda neste semestre, considerando a decisão do ministro do STF Dias Toffoli que, na última sexta-feira (9), suspendeu a realização de um novo júri.

A decisão de Toffoli, suspendendo a realização de um novo júri para o Caso Kiss, atendeu a um pedido do MP gaúcho. O Ministério Público busca junto à Suprema Corte revalidar o primeiro júri, que havia condenado quatro réus a penas que variavam entre 18 e 22 anos de prisão.

Este julgamento, realizado em 2021, foi anulado por irregularidades no processo apontadas pelas defesas dos réus. A decisão pela anulação, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), foi reiterada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com isso, o novo júri chegou a ser agendado para 26 de fevereiro, mas acabou suspenso pela decisão de Toffoli, ao menos até o julgamento do recurso do MP — que aguarda deliberação pelo STF.

O Ministério Público do Rio Grande do Sul pediu a suspensão do novo júri argumentando a necessidade de aguardar o julgamento do recurso que tenta revalidar a sentença anterior. Na decisão de sexta-feira (9), o ministro do STF Dias Toffoli concordou com esta tese, registrando que a realização de um novo júri poderia causar "tumulto processual", uma vez que ainda há recursos pendentes sobre o primeiro julgamento.

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS


NTV

Vídeos recomendados

Comitiva da fenasoja ao vivo direto dos EUA

há 8 horas

Ponto e Contraponto - 20/02/2024

há 13 horas

Comitiva da Fenasoja já está nos Estados Unidos

ontem

Dor no corpo e febre são os principais sintomas da Dengue, afirma a doutora Fabiana Breitenbach

há 12 horas

Aumentam os casos de dengue em Santa Rosa

ontem

Gestão empresarial

ontem

NTV

Vídeos recomendados

Comitiva da fenasoja ao vivo direto dos EUA

há 8 horas

Ponto e Contraponto - 20/02/2024

há 13 horas

Comitiva da Fenasoja já está nos Estados Unidos

ontem

Ponto e Contraponto - 19/02/2024

há 2 dias

Dor no corpo e febre são os principais sintomas da Dengue, afirma a doutora Fabiana Breitenbach

há 12 horas

Aumentam os casos de dengue em Santa Rosa

ontem

Gestão empresarial

ontem

Lei do Bem: um incentivo fiscal

há 2 dias

Utilizamos cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência no website. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade e com nossos Termos de Uso.
CONCORDO