Política

Auxílio Emergencial RS é aprovado na Assembleia

Proposta foi ampliada pelos deputados, contemplando também trabalhadores do setor de alimentação, alojamento e eventos.

Publicado em 07/04/2021 08h34 - Atualizado há 2 semanas - de leitura
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS) aprova Auxílio Emergencial RS / Foto: ALRS

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou, nesta terça-feira (6), por unanimidade, o projeto que estabelece um auxílio emergencial no âmbito do Estado a grupos afetados pelas restrições para conter avanço da Covid-19, denominado “Auxílio Emergencial RS”. O Legislativo ampliou em R$ 7 milhões a proposta de autoria do governo estadual, que já previa repassar R$ 130 milhões, sendo R$ 100 milhões para auxílio e R$ 30 milhões para projetos de cultura, assistência social e esporte.

Com a alteração do Legislativo, o projeto prevê um investimento de R$ 107 milhões para repasse de caráter excepcional na forma de subsídio a trabalhadores que perderam emprego e empresas dos setores de alimentação e alojamento e eventos, além das mulheres chefes de família em situação de extrema pobreza. A proposta agora precisa ser sancionada pelo governador Eduardo Leite para ser colocado em prática. 

Na ampliação proposta pelos parlamentares, foram contemplados os trabalhadores do setor de alimentação, alojamento e eventos. Segundo a Assembleia, o complemento de R$ 7 milhões será oriundo do orçamento da Assembleia.

O pagamento do auxílio será feito em duas parcelas de R$ 1 mil para empresas do Simples e de R$ 400 para microempreendedores individuais, desempregados e mulheres chefes de família. A previsão do Executivo é garantir o crédito aos beneficiários no prazo de 30 e 45 dias.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Privatização da Corsan

Ex-prefeito de Santa Rosa, Orlando Desconsi, falou na manhã desta segunda-feira (19) sobre a privatização da Corsan.

há 17 horas


Mantei avalia os 100 primeiros dias de governo

há 18 horas


Programa Podcast Noroeste

há 18 horas