Política

Benedetti propõe a municipalização do Hospital Dom Bosco

Médico diz que há um monopólio na saúde pública de Santa Rosa e faz críticas.

Publicado em 19/05/2020 06h00 - Atualizado há 5 dias - de leitura
Para Benedetti a compra do Dom Bosco (acima) e sua transformação em um hospital municipal deveria ser uma prioridade. / Foto: Arquivo JN

O médico Carlos Alberto Benedetti, pré-candidato a prefeito pelo Republicanos, criticou a relação do gestor público de Santa Rosa com a saúde curativa.

Em entrevista concedida à Rádio Noroeste, polemizou ao acusar a destruição do Hospital Dom Bosco. “Foi uma decisão política”, disse. “Tiraram o SUS da Policlínica. Hoje nós só temos o Hospital Vida & Saúde comprando serviços da FUMSSAR, ou vendendo, podem escolher o termo”, acrescentou. Disse que isso significa monopólio na saúde pública local.

Como alternativa ao cenário que critica, Benedetti propõe que o município compre o Dom Bosco e o transforme em um hospital municipal. Classifica o Vida & Saúde como uma empresa privada, que atende o público em função da filantropia. “Pode perder a qualquer hora a filantropia, se transformando em um hospital privado. As pessoas não entendem isso”, alertou.

Declarou que foi ele quem montou a UTI do Dom Bosco, justificando que o patrimônio de equipamentos já é do gestor público. Avalia como um excelente negócio para o município. “Santa Rosa é o único lugar com mais de 50 mil habitantes que tem monopólio na saúde. O povo quer opção. Não ficar refém”, ressaltou.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Unidade Avançada do Dom Bosco

Programa Ponto e Contraponto, Jairo Madril entrevista Rubens Zamberlan, Vanderli de Barros e a enfermeira Rosa Zorzan, sobre a Unidade Avançada do Hospital Dom Bosco de Santa Rosa.

há 2 dias


Prefeitura de Santa Rosa contratou operação de crédito no valor de R$ 7 milhões.

há 5 dias


Fazer exercícios físicos em tempos de quarentena

há 6 dias